David Beckham assina, em fim de carreira, com o Paris St Germain

31 de janeiro de 2013 ·


Na foto, em 31-1-2013: David Beckham, após assinar o contrato, na conferência de imprena dada esta tarde, no Paris St Germain, ao lado do presidente e proprietário Nasser Al-Khelaif (no centro) e Leonardo, o director desportivo (direita).

David Beckham assinou hoje [31-Jan-2013] com o Paris St Germain: £150.000 semanais a funcionar durante 5 meses. O homem tem 37 anos e consegue esta proeza. Mas mais: a maioria do seu fabuloso salário [num total de 3 milhões de libras] será doado a obras de caridade francesas, destinadas a apoiar crianças. Victoria e os filhos permanecerão em Londres, para não prejudicar as aulas da rapaziada.

David Beckham
2 Maio 1975
6:17
London, England
51º N 30' 0º W 10´

Os mapas devem ser feitos para o dia em que assinou o
contrato com o Paris St Germain: 31 Janeiro 2013.

Se quiser ler em inglês uma análise astrológica desta situação, deixo este link, 'Solaris Astrology':
http://solarisastrology.blogspot.pt/2013/01/david-beckham-one-last-move-in.html

.

Os astrólogos estudam o céu porque...

30 de janeiro de 2013 · 1 comentários

Fotografia: Minha Terra, Ilha de Moçambique
15º S 02' 17''  -  40º E 43' 54'' [Google Earth]
Foto de 'Ilha Blue', aqui.



Porque hoje é dia de Mercúrio [quarta-feira], vamos pensar um pouco:

Os astrólogos estudam o céu porque este lhes fornece uma observação directa da Ordem Universal. Para nós, astrólogos, tanto os corpos celestes como a natureza humana obedecem à mesma Lei e ritmo de desenvolvimento.

Portanto, para se viver uma vida espiritualmente significativa, os seres humanos deverão tentar viver em harmonia com as Leis que governam o universo e os planetas.

A tese astrológica é a de que o quadro astrológico encontrado no mapa astral [de nascimento] de cada um de nós, possibilitará obter uma clara perspectiva a respeito da maneira individual pela qual usaremos as funções básicas do ser humano, simbolizadas pelo movimento cíclico e ritmíco dos planetas, com os quais estamos sintonizados desde o exacto segundo em que nascemos.

Por isso, ser de grande importância os astrólogos saberem e conhecerem profundamente os ciclos de cada planeta. Só assim, poderá ajudar os seus clientes a atingirem uma maior maturidade pessoal e espiritual. Estes ciclos não são deterministas, apesar de haver experiências mais duras ou mesmo mais dolorosas. Nós, astrólogos, devemos estudar o cosmos e os movimentos em profundidade, pois só assim podemos ser úteis ao próximo.

António Rosa
30 Janeiro 2013

.

Neptuno e Saturno: os medos parecem evaporar-se

28 de janeiro de 2013 · 3 comentários



Os trânsitos que envolvem Neptuno são os mais subtis de todos. São tão subtis e ocultos que o dono do mapa tarda muito em reconhecer os seus efeitos. É necessário fazer uma análise minuciosa do mapa natal para avaliarmos os efeitos destes trânsitos, pois representam a chave oculta da personalidade e do rumo que a vida toma. Nem todas as pessoas percebem Neptuno do mesmo modo; algumas não o percebem externamente, mas as vibrações estão ali, bem disponíveis no inconsciente, trabalhando para dissolver o ego e libertá-lo.

Quanto mais nos apoiamos no ‘eu’ da personalidade, menos ele existe. Vai desaparecendo. A vontade não será coisa nenhuma, até que queira ser nada. Se Saturno cuida da Vontade, Neptuno trata de a anular, pois é o planeta da obrigação e do sacrifício.

Neptuno é o Pai Natal cósmico, pois tudo aquilo que damos, retorna a nós em duplicado ou em centuplicado. Isto das ‘medidas’ é uma coisa da mente. É o famoso 'segredo.' Quanto mais se dá, mais se recebe. É uma Lei superior. Todos os pensamentos, sentimentos e acções emitidos, voltam ao seu ponto de origem. Para abençoar ou para queimar. Se o que se emite é negativo, que é que se recebe? Pois. Como Lei superior, simplesmente, cumpre-se. Esta é uma das representações de Neptuno.

Neptuno é o criador dos transtornos dos planos mais materiais. Cria uma névoa emocional quando está ligado a Vénus. A personalidade deve afastar-se quando está associado com a Lua. A mente fica enevoada quando o contacto é com Mercúrio. A vontade e o ego dissolvem-se quando contacta com o Sol. Provoca desvitalização da energia, quando aspecta Marte. Com Saturno, a conversa é muito séria. É disto que trataremos neste texto.

Por enquanto, sejamos práticos. A designação técnica astrológica deste texto é: trânsito de Saturno em conjunção a Neptuno natal. Antes de entrar na explicação da natureza deste trânsito, gostaria de vos auxiliar indicando umas datas para orientação dos leitores e estudantes avançados de astrologia. Este trânsito, dependendo de Saturno ficar retrógrado ou não nessa época, pode durar de 6 a 12 meses. Se for Neptuno a transitar em contacto com Saturno, poderá estar activo entre 2 a 3 anos. Este trânsito ocorre em períodos de 35 anos, portanto, a maioria das pessoas pode passar por ele duas vezes.

Desde finais de 2009 e até finais de 2012, este trânsito esteve bastante activo na vida das pessoas nascidas entre 3 Outubro 1942 e 23 Dezembro 1955. A minha geração, portanto. Estas pessoas têm no seu mapa natal, Neptuno em Libra/Balança e Saturno transitou pelo mesmo signo. No final do texto, indico as datas de nascimento de outros grupos de pessoas, que terão este trânsito após 2012.

É um trânsito que ameaça a segurança e a ordem da nossa vida.

As suas obrigações e deveres poderão ser incertos, indefinidos ou mesmo deixados de parte. Apesar da pessoa se esforçar para por em ordem um certo caos que o rodeia, a situação pode ser bastante confusa, impossibilitando o abarcar todas as coisas complexas à sua volta.

Pode ser uma época de incertezas, de inseguranças no que diz respeito às questões da vida rotineira do dia-a-dia. Pode surgir um ambiente de temor e de ansiedade, pois Saturno é o mais materialista dos planetas, enquanto que Neptuno é, sem dúvida o mais idealista. Saturno é o trabalhador e Neptuno o sonhador. Como manejar estas situações tão extremadas? Como segurar Saturno a ser dissolvido por Neptuno? É como se a pessoa fosse destituída do seu poder pessoal, do seu degrau onde está em evidência.

Podem surgir apetências não habituais, havendo o potencial da pessoa sentir a predisposição para ir atrás de um ideal. De trabalhar por um ideal. Algumas vezes esse trabalho pode ser ao estilo de D. Quixote, lutando contra inimigos imaginários.

Pode viver uma época de ansiedades, preocupações ou frustrações, como nunca ocorreu antes na sua vida. Para as pessoas com as datas de nascimento indicadas acima: tentem recordar-se dos acontecimentos da sua vida há cerca de 35 anos atrás. Que aconteceu? Quais as dúvidas e incertezas vividas então? Como as resolveu? Que passos em frente deu nessa ocasião?

Aparecem medos que não são reais e convém perceber que as pessoas mais pessimistas, ou muito agarradas à matéria, terão maior tendência para verem tudo escuro, sem a tal luzinha ao fundo do túnel. A situação, seja qual for, parece muito pior do que na realidade é.

Um conselho que deixo aqui para este trânsito, são as questões de saúde. Recomenda-se que sejam feitas análises médicas e que se previnam imediatamente perante qualquer situação menos corrente. Estes dois planetas, tal como o seu Ponto Médio, estão intimamente ligados a problemas de saúde, sobretudo os de natureza crónica. Acautele-se bem, pois este trânsito é pródigo em fazer aparecer doenças depois de muito tempo delas estarem bem instaladas. Todas as medidas de precaução e prevenção devem ser tomadas.

Em certos casos muito especiais e raros (dependendo da natureza do mapa natal) algumas pessoas poderão desprender-se de bens materiais, ou pelo menos, simplificar a sua vida nesse sentido. Quando isto acontece, estamos perante situações espirituais muito especiais.

É um trânsito estranho, cheio de conflitos internos, em que os piores pensamentos nos podem ocorrer, tais como: ideias sobre fracassos, decepções e sensação de culpa. Sobretudo porque, como a nossa segurança e ordem de vida (Saturno) se encontram envoltas num poderoso solvente (Neptuno), as coisas simplesmente podem ir acontecendo, parecendo que é meio à toa.

Solidão e insegurança podem ser os sentimentos mais constantes. Se não houver cuidado, a pessoa pode resvalar para sensações de depressão, ansiedades súbitas, predisposição a enganos de toda a ordem. Neste trânsito, aprende-se a diferenciar entre depressão e tristeza.

Poderia continuar a enumerar uma série de situações como seja um aumento de desconfiança dos outros, sem uma razão verdadeira. Romper laços que eram ou pareciam duradouros e estáveis. Com uma certa tendência a afastarmo-nos de responsabilidades mais formais. Temos que estar muito atentos a nós mesmos, à nossa vida e às situações que vivemos. Deixarmo-nos ir, é uma coisa. Alhearmo-nos da nossa vida é outra cosia bem diferente.

Não vou continuar a descrever as possíveis ocorrências deste trânsito, para eu próprio não ficar incomodado. Tão neptuniano que isto me saiu! :)

Falemos de outras benesses deste trânsito de Saturno a Neptuno

Saturno em contacto com Neptuno pode ascender a elevadas alturas da espiritualidade ascética ou atirar-se às profundezas do desespero e da escuridão espiritual. Sendo Peixes o signo mais completo do Zodíaco, inclusivamente mais multifacetado nos seus mistérios do que Escorpião, obviamente que o seu regente Neptuno (Júpiter é co-regente deste signo), têm um poder excepcional no tema de cada pessoa.

Quando Saturno contacta com Neptuno, estamos perante um dos trânsitos mais misteriosos que se conhece. É no signo Peixes, Casa 12 e Neptuno, o respectivo regente, que se dissolvem todos os enganos, perdas, danos, confusões, afastamentos, inseguranças, faltas de amor e de auto-estima que não se tenham transformado no ciclo de Escorpião. Levar este lixo emocional e psíquico é a tarefa de Saturno para deixar a pessoa bem desperta, proporcionando então, o estabelecer a ligação ao céu.

Quando se nasce com Saturno em contacto difícil com Neptuno, impregna no ser recém nascido a sensação de que há algo para resolver. Com o desenvolver dos anos, a pessoa sente que há qualquer coisa que parece não estar concluída. Ou que alguma coisa do passado não o larga. É um sentimento que não se pode definir.

Saturno necessita de uma estrutura bem definida. E em contacto com Neptuno, não encontra isso. No entanto, todos sabemos que os opostos atraem-se. As experiências com Neptuno são guardadas no interno. Saturno cristaliza-as em experiências sólidas. Saturno aqui gosta de apreciar esta necessidade de evasão e, quando bem aspectado, dá formas especialmente belas às mesmas. Neste trânsito, uma grande quantidade de terapias está ao alcance das pessoas. No plano do carácter a presença de Saturno pode ser insidiosa. No plano intelectual pode dar frutos de grande genialidade. Tudo porque os opostos atraem-se.

Neste trânsito a pessoa pode estar ligada fortemente ao passado cármico.  A cura está ao alcance destas pessoas.  O serviço aos outros pode tornar-se uma realidade. Com Saturno presente há um enorme potencial para que o Ser consiga viver momentos intensos do “aqui e agora”.

Apenas uma pergunta deve ser feita: confiamos inteiramente em Neptuno ou Peixes para tratar questões de cura? Ou necessitamos de Saturno para criar uma forma, uma regra, um cristal, nesse turbilhão emocional?

Cheguei onde pretendia posicionar-me neste artigo. Porque é que Saturno em contacto com Neptuno (ou ao contrário) dá às pessoas o enorme potencial de ajudar os outros? É simples: Neptuno quer curar e Saturno adora arranjar o que está estragado. Juntos podem trabalhar maravilhosamente na cura dos seres humanos feridos pela vida.

Muito agradecido por ter lido todo o artigo. 

Informação
Outras datas de nascimento e activação deste trânsito:

1 - As pessoas nascidas entre 24 Dezembro 1955 e 3 Janeiro 1970, têm Neptuno em Escorpião e o trânsito será activado entre 2012 e 2014.

2 - As pessoas nascidas entre 4 Janeiro 1970 e 18 Janeiro 1984 têm Neptuno em Sagitário e o trânsito será activado entre finais de 2014 e finais de 2017.

3 - As pessoas nascidas entre 18 Janeiro 1984 e 28 Janeiro 1998 têm Neptuno em Capricórnio e o trânsito será activado nos finais de 2017, com a particularidade de encontrarem Plutão ainda em Capricórnio.

Obviamente que é necessário dar atenção aos mapas natais de cada pessoa, pois o posicionamento deste dois planetas varia de Casa e aspectos gerais. Isto necessita de uma leitura mais fina a adaptada a cada caso.

.
.

Estou muito feliz, honrado e muito agradecido, pois hoje sou eu o homenageado

23 de janeiro de 2013 · 5 comentários


É uma grande honra informar os meus amigos do Facebook, que um texto meu de astrologia foi publicado no site da SINARJ - Sindicato dos Astrólogos do Estado do Rio de Janeiro.

Nem imaginam como me sinto feliz, honrado e muito agradecido.

Foi maravilhoso ter conhecido a astróloga Fernanda Santa Roza, que sendo a Diretora de Comunicação e Marketing do SINARJ, foi a responsável desta ponte astrológica Brasil - Portugal.

Muito obrigado, Fernanda.
http://www.facebook.com/fernandasantaroza

A actual direcção do SINARJ é:  Márcia Mattos e Renato Chebar (presidente e vice) Carlos Hollanda (dir. técnico), José Maria Gomes Neto (dir. social), Patrícia Messina (dir. relações públicas), Fernanda Santa Roza (dir. comunicação e marketing), Celisa Beranger e Maria Eugênia de Castro (conselheiras).

Os amigos imaginam o que é estar no site com tão ilustres astrólogos brasileiros? Maravilhoso.

O meu mapa apresenta esta narrativa, hoje: Sol em trânsito em conjunção ao meu Júpiter natal. O Júpiter em trânsito faz um belo trígono e ele próprio, no natal e uma conjunção ao meu Mercúrio natal.

AR, 23 Janeiro 2013

Conheça o meu artigo no SINARJ:
http://sinarj.com.br/website/transito-de-plutao/

Peço, a quem quiser que faça um 'like' aqui na página oficial do SINARJ no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/SINARJ-Sindicato-dos-Astr%C3%B3logos/210376435725814

Conheça o site do SINARJ:
http://sinarj.com.br/

Aproveito para relembrar o blogue de Fernanda Santa Roza:
http://fernandasantaroza.blogspot.pt/

.

«Prometheus», filme de Ridley Scott

17 de janeiro de 2013 · 9 comentários


Site do filme, aqui.
Site do filme, versão 2, aqui.
Site do filme, em espanhol, aqui.
No Facebook, aqui.
No IMDB, aqui.
Na Wikipedia, em português, aqui.

«Prometheus» é um filme norte-americano de 2012 dirigido por Ridley Scott, escrito por John Spaihts e Damon Lindelof, e estrelado por Noomi Rapace, Michael Fassbender, Guy Pearce, Idris Elba, Logan Marshall-Green e Charlize Theron. Duração: 124 minutos. Lançamento mundial: 30 Maio 2012 - Em Portugal: 7 Junho 2012 - Lançamento em DVD: 9 Outubro de 2012.

Breve sinopse: Uma expedição espacial em busca do maior de todos os segredos, torna-se num desafio à perseverança e sobrevivência da tripulação quando confrontada com um pesadelo como a humanidade nunca viu.

Informação variada sobre este filme:

Prémios e nomeações, aqui.
Trailers, aqui.
Críticas, aqui.
Página da '20th Century Fox Portugal', aqui.

Imagem artística do filme.

Prometeus ou Prometheus - algumas pistas


- Prometeu - um titã da mitologia grega
- Prometeu - um dos satélites naturais de Saturno
- Prometheus- a árvore mais antiga da Terra
- Prometheus - poema sinfónico de Franz Liszt
- Prometheus - filme de ficção científica de 2012
- Prometheus - nave espacial do universo Stargate
- Prémio Prometheus - prémio literário de ficção científica

O director / realizador


Ridley Scott
30 de Novembro de 1937
South Shields, Reino Unido


A ideia primitiva deste filme

Ridley Scott é um realizador de grande importância no mundo cinematográfico. Construiu uma lista de filmes impressionantes dos quais assinalo estes: «Alien, o 8º Passageiro» (1979), «Blade Runner» (1982), «Thelma e Louise» (1991), «G.I. Jane» (1997), «Gladiator» (2000).

Quando começou com os primeiros esboços para «Prometheus», a sua ideia era fazer um filme em 2 partes que fosse o prelúdio da série 'Alien' que tinha lançado em 1979. Seria, segundo Ridley Scott, uma película anterior ao 1º filme da série e apostou em actores sólidos e multiculturais [diversas nacionalidades e raças], com bons trabalhos e uma carreira construída, e não pretendia nenhuma 'super-star' a protagonizar o seu filme. Nesse sentido, contratou a actriz sueca Noomi Rapace para o papel de Drª Elizabeth Shaw, obviamente, o principal papel feminino, sendo o masculino protagonizado pelo robot David [Michael Fassbender].

O que Ridley Scott não contava é que a poderosa '20th Century Fox' se assustasse com um enredo tão forte e sem nenhuma 'mega-star' para encabeçar o cartaz, como se tornou moda nos últimos 30 anos, esquecendo-se que foi o próprio Ridley Scott quem com os seus filmes de acção mais antigos inventou o conceito de mega-stars para  filmes de acção. A distribuidora puxou pelos 'galões' e fez o que melhor sabem fazer nestas situações: ameaçou que cortaria o financiamento de muitos milhões de dólares passando para um orçamento tipo série B.

Ridley Scott não teve outro remédio senão aceitar a exigência da distribuidora e incorporou a bela star sul-africana Charlize Theron no papel absolutamente secundário de Meredith Vickers. Basta ver a quantidade de minutos que aparece no filme e a ausência de relevo da sua personagem. Percebe-se que é uma participação minoritária e forçada pela produção.

E, assim, o que deveria ser um filme de culto, passou à categoria de um filme para multidões, que ainda, por cima, ficam desiludidos com a obra, pois Charlize Theron não é nada convincente nesta película.

Charlize Theron no papel de 'Meredith Vickers'
Charlize Theron 
07-08-1975
Benoni, Gauteng, África do Sul

Seu site
No IMDb
Seu Facebook oficial.


Charlize Theron no papel de 'Meredith Vickers'

Ridley Scott fez muita falta no mundo dos filmes de ficção científica. Passados 30 anos desde «Blade Runner» e 33 anos desde «Alien, o 8º Passageiro», o director retornou ao género com «Prometheus». Quem vê o filme percebe que apesar da existência de alguns problemas no enredo e execução, é inegável que este filme é bem superior a tudo o que tem surgido envolvendo viagens no espaço e espécies alienígenas nos últimos anos. Talvez a excepção seja a série «Guerra das Estrelas» e «Avatar».

A sueca Noomi Rapace na sua personagem 'Elizabeth Shaw'.
28 de Dezembro de 1979
Hudiksvall, Hälsingland, Suécia




Estamos em 2089, praticamente no fim do século XXI. Elizabeth Shaw [Noomi Rapace] e Charlie Holloway [Logan Marshall-Green] são exploradores que encontram a mesma pintura em várias cavernas na Terra.

Com base nisto, eles desenvolvem uma teoria em que a pintura aponta para um lugar específico do universo, que teria alguma relação com o início da vida no planeta Terra. A dupla convence um bilionário, Peter Weyland [Guy Pearce], a financiar uma cara expedição interestelar para investigar o assunto.

Desta forma, Elizabeth e Charlie entram para a tripulação da nave 'Prometheus', composta pelo robot David [Michael Fassbender], a directora da expedição, Meredith Vickers [Charlize Theron], o capitão Janek [Idris Elba], entre outros.

Todos, com excepção de David, hibernam em sono criogénico até que a nave chegue ao objectivo, o que acontece em 2093. Encantados com a descoberta de um novo mundo e a possibilidade de revelarem o segredo da origem da vida na Terra, Elizabeth e Charlie não percebem que o local é também bastante perigoso.

Michael Fassbender no papel do robot 'David'
02-04-1977 
Heidelberg, Baden-Württemberg, Alemanha

Seu site oficial, aqui.
No Facebook, página semi-oficial de fãs. 


Michael Fassbender no papel do robot 'David'

Um dos principais méritos de Ridley Scott foi investir em uma narrativa original e independente, e também por não se repetir. «Alien» começa de forma sombria e leva muito tempo para apresentar o seu "monstro" e revelar a sua protagonista (Sigourney Weaver, que na primeira metade é quase que uma coadjuvante). Na nova produção, o director diz logo ao que veio, mostrando de caras o seu alienígena e, pouco depois, a sua protagonista (Noomi Rapace, em uma óptima actuação).

«Prometheus» é um deslumbre técnico, contando com um trabalho de mixagem de som e efeitos sonoros merecedores de aplausos. Os efeitos especiais também impressionam e fazem das cenas de acção momentos memoráveis e assustadores. Está longe (muito longe) de ser um filme de terror, como alguns apontaram, mas sem dúvida é eficaz na construção de um suspense.


Idris Elba no papel de Janek

Idrissa "Idris" Akuna Elba
6 Setembro 1972
Hackney, London, England

No Facebook
No IMDb

Curiosidades: Ridley Scott rodou parte de seu filme nos estúdios Pinewood, no Albert R. Broccoli 007 Stage, na Inglaterra. As cenas aquáticas foram rodadas na Espanha, na Cidade da Luz, em Alicante. O elenco e equipe técnica também passou por várias localidades na Islândia e na Escócia.


Trailers legendados em português




Os bastidores do filme



Curiosidades: Na fase de pré produção, vários nomes femininos surgiram nas notícias sobre o filme, comos os de Michelle Yeoh, Gemma Arteton, Anne Hathaway, Carey Mulligan, Olivia Wilde, Natalie Portman e Abbie Cornish. Entre os actores, James Franco e Ben Foster tiveram os seus nomes associados ao projecto em algum momento.



Logan Marshall-Green no papel de 'Charlie Holloway'

Logan Marshall-Green
1 Novembro 1976
Charleston, South Carolina, USA

No Facebook
No IMDb

Curiosidades: As actrizes Angelina Jolie e Charlize Theron disputaram a personagem Meredith Vickers. No fim das contas, Charlize saiu-se vencedora e ficou com o papel.



Rafe Spall no personagem de 'Millburn'

Rafe Joseph Spall
10 Março 1983
East Dulwich, London, UK

No Facebook
No IMDb

Curiosidades: O director fez questão de manter a história do filme guardada em segredo, revelando aos poucos, através de teasers (pequenos trailers) algumas imagens e possíveis detalhes da produção. Com os problemas surgidos durante a fase de pré produção, o cineasta preferiu optar por transformar o filme em algo independente, mas segundo ele continuará tendo  "o DNA de Alien".



Guy Pearce no papel de Peter Weyland,
o idoso, bilionário e muito doente financiador da expedição,
na foto abaixo, percebendo-se um aturado trabalho de maquilhagem,
para poder parecer um homem com mais de 100 anos.


Guy Pearce
05-10-1967 - Cambridgeshire, Inglaterra

No IMDb

Crítica de Lucas Salgado

«Como um filme de ficção científica, «Prometheus» é quase perfeito. Conta com óptimos efeitos especiais, com um elenco em total sintonia e com criaturas misteriosas e interessantes, isso sem falar no suspense bem construído e nas cenas de acção extraordinárias. Então, qual seria o problema? É justamente a superficialidade do seu discurso. Foi no que deu a necessidade dos milhões de dólares da 20th Century Fox, que obrigou a uma reformulação da história.

»Na história, uma equipe de exploradores descobre novos indícios sobre a origem do homem. Em busca de respostas, juntam-se a tripulação de uma nave, patrocinada por um executivo, para seguir um mapa estelar que levaria a um possível contato com nossos criadores.

»O filme é muito raso em sua discussão religiosa, preocupando-se apenas em levantar o eterno debate entre fé e ciência e utilizar simbolismos (e símbolos) baratos, como o crucifixo que acompanha a personagem de Rapace. A dica é para que o espectador aguente o blá blá blá religioso de Scott e foque sua atenção nos méritos da produção, que são muitos.»

Lucas Salgado


Fotos diversas do filme


A nave USCSS Prometheus, que deu o título ao filme. Uma belíssima peça de arte desenhada por Daren Cosgrove e que em filme 3D tem um impacto tremendo.


O engenheiro criador



Na sequência inicial com muitos engenheiros presentes





Para o mapa das estrelas do Engenheiro que David [Michael Fassbender] descobre, o realizador-director Ridley Scott inspirou-se na obra do pintor Joseph Wright 'Uma Palestra Filosófica sobre Orrery'


A nave do Engenheiro, que David [Michael Fassbender] descobre no filme é uma parte do ambiente que a tripulação do 'Prometheus' explora.



Ridley Scott dirigindo a actriz sueca Noomi Rapace,
a grande protagonista do filme.


Logan Marshall-Green, Noomi Rapace, Michael Fassbender


Ilustrações daqui, daqui, daqui e daqui


Sobre «Alien, o 8º Passageiro»

«Alien, o 8º Passageiro» (1979), realizado por Ridley Scott com Sigourney Weaver, tendo sido aclamado pela crítica e um enorme sucesso de bilheteira  tendo recebido vários prémios. O sucesso de «Alien» criou uma série de produtos: livros, banda desenhada, jogos e brinquedos, como também três sequências. Também lançou a carreira de Sigourney Weaver, dando-lhe o seu primeiro papel principal, e a história dos encontros da Tenente Ripley com os alienígenas tornou-se a base para as histórias das sequências: «Alien: o Reencontro Final» (1986) [realizado por James Cameron], «Alien: a Desforra» (1992) [realizado por David Fincher] e «Alien: o Regresso» (1997) [realizado por Jean-Pierre Jeunet]. Apesar de serem excelentes directores, nenhum conseguiu, nesta série, o sucesso obtido pelo visionário Ridley Scott.





MPC Prometheus VFX breakdown! from MPC on Vimeo
.
.

Jodie Foster - O retorno do seu Quíron em Peixes leva-a a assumir publicamente a sua homossexualidade

15 de janeiro de 2013 · 9 comentários



Jodie Foster - O retorno do seu Quíron em Peixes leva-a
a assumir publicamente a sua homossexualidade,
na verdade, um segredo conhecido por muitos

Nos Globos de Ouro de 2013, foi atribuído a Jodie Foster o prémio Cecile B. DeMille, dado por uma bela e muito bem merecida carreira cinematográfica. Quem não se lembra de filmes como: «Taxi Driver», «Contacto» e «O Silêncio dos Inocentes»? São apenas alguns de uma longa e esplêndida carreira profissional, como actriz, realizadora e produtora.

No discurso de aceitação do prémio, Jodie Foster informou publicamente que era lésbica, o que era absolutamente notório e bastante pública, mas que a actriz de 50 anos nunca o tinha dito oficialmente. Foi a mais elegante «saída do armário» [come out] que vi até hoje, numa emocionada e bem articulada frase em que se referiu à sua 'moderna família' (parceira e os filhos Charles e Kit, que estiveram presentes na cerimónia) e a Cydney Bernard, sua 'alma irmã nesta vida', apesar de ser ex-companheira amorosa.


Os filhos de Jodie Foster, Charles (14 anos) e Kit (12 anos),
que estiveram presentes na cerimónia em que a mãe foi estrela maior.


Jodie Foster com os seus filhos Charles (14 anos) e Kit (12 anos).


Jodie Foster foi acompanhada pelo seu amigo de longa data Mel Gibson (à esquerda) e os seus dois filhos. Na mesa, a apoiá-la também esteve presente a sua ex-companheira, Cydney Bernard.



JODIE FOSTER
19 Novembro 1962
8h14
Los Angeles, California, EUA

O mapa de trânsitos da actriz para Janeiro 2013

Clique no mapa para o ampliar e assim poder verificar que, em trânsito, Quíron está a fazer o seu retorno, o que acontece com todos nós, por volta dos 50 anos.

Quíron natal de Jodie Foster está a 6º 09' de Peixes, na Casa III. E o Quíron de trânsito também está no grau 6 de Peixes.

Tenho explicado em muitos textos que acredito que Quíron é o planeta do «como fazer» para se processar a iniciação da alma, quando já vivemos o suficiente para percebermos que nos temos que ligar ao Alto e ao nosso interno.

O silêncio que mantinha sobre o ser lésbica, era um assunto que a preocupava, pois preferia libertar a sua mente e o seu coração dizendo a verdade ao mundo. Não que o mundo não soubesse já, mas oficialmente ela mantinha-se calada.

Este mapa astrológico é perfeito, pois processando-se este retorno de Quíron na Casa III, a casa da mensagem, da informação e da comunicação, o ela ter escolhido esta entrega de prémios dos Globos de Ouro, com as televisões de todo o mundo a transmitirem em directo.

Cumpriu com o propósito da sua alma e fez uma bela iniciação a assuntos internos muito poderosos. Foi a «saída do armário» [come out] mais elegante que vi até hoje. 


Aquele que se supõe ser o pai biológicos dos filhos de Jodie Foster.
O produtor Randy Stone, que teve um «caso» prolongado com a actriz, numa fotografia de 1999, por ocasião dos prémios Emmy. Convém lembrarmo-nos que estes filhos são biológicos da actriz, só que
na altura, ela recusou-se a dizer quem era o pai biológico. 


Jodie Foster e a ex-companheira Cydney Bernard, numa foto de 2005. Cydney Bernard, juntamente com Jodie Foster, tem a responsabilidade partilhada da paternidade / maternidade das crianças.

.

Prémios Globos de Ouro 2013

14 de janeiro de 2013 · 4 comentários




A cerimónia entrega dos prémios Golden Globe decorreu no dia 13 de Janeiro.


Ben Affleck dirigiu e protagonizou o filme 'Argo'.
Aqui, dirigindo uma cena do filme.
O melhor filme dramático e o melhor realizador foram para ele e o seu filme.

Prémios para o Cinema


'Django Unchained' - na imagem JamieFoxx e Franco Nero, filme de Quentin Tarantino

Melhor filme na categoria Drama:
‘Argo’
Melhor filme na categoria de Musical e Comédia:
‘Les Miserables’
Melhor director / realizador:
Ben Affleck, ‘Argo’
Melhor actor na categoria de Drama:
Daniel Day-Lewis, ‘Lincoln’
Melhor actriz na categoria de Drama:
Jessica Chastain, ‘Zero Dark Thirty’ (00h30 Hora Negra)
Melhor actor na categoria de Musical e Comédia:
Hugh Jackman, ‘Les Miserables’
Melhor actriz na cateoria de Musical e Comédia:
Jennifer Lawrence, ‘Silver Linings Playbook’ (Guia para um Final Feliz)
Melhor actor secundário:
Christoph Waltz, ‘Django Unchained’
Melhor actriz secundária:
Anne Hathaway, ‘Les Miserables’
Melhor argumento:
Quentin Tarantino, ‘Django Unchained’
Melhor filme internacional:
‘Amour’
Melhor filme de animação:
‘Brave’
Melhor banda sonora:
Mychael Danna, ‘Life of Pi’
Melhor música original:
Adele - ‘Skyfall’ Skyfall

Prémios para a Televisão




MELHOR SÉRIE (DRAMA)
‘Homeland’ (Segurança Nacional)
MELHOR SÉRIE (COMÉDIA OU MUSICAL)
‘Girls’
MELHOR ACTOR (DRAMA)
Damian Lewis, em Homeland (‘Segurança Nacional’)
MELHOR ACTRIZ (SÉRIE DRAMA)
Claire Danes, em ‘Homeland’
MELHOR ACTOR (COMÉDIA OU MUSICAL)
Don Cheadle, em ‘House of Lies’
MELHOR ACTRIZ (COMÉDIA OU MUSICAL)
Lena Dunham, em ‘Girls’
MELHOR TELEFILME OU MINI-SÉRIE
‘Game Change’
MELHOR ACTOR EM TELEFILME OU MINI-SÉRIE
Kevin Costner, em ‘Hatfields & McCoys’
MELHOR ACTRIZ EM TELEFILME OU MINI-SÉRIE
Julianne Moore, em ‘Game Change’
MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO EM SÉRIE, MINI-SÉRIE OU TELEFILME
Ed Harris, em ‘Game Change’
MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA EM SÉRIE, MINI-SÉRIE OU TELEFILME
Maggie Smith, em ‘Downton Abbey’

Prémio Carreira Cecil B. DeMille
Jodie Foster

Imagens de alguns dos galardoados
a receberem o seu Globo de Ouro


Hugh Jackman, ao receber o prémio de Melhor Actor no filme «Les Miserables», para o qual teve de perder cerca de 15 kgs do seu peso, tendo entretanto, recuperado algum, voltando ao seu normal muito bom estado.



Ben Affleck ao receber o prémio de
Melhor Director / Realizador pelo seu filme «Argo»


Anne Hathaway ao receber o prémio de Melhor Actriz Coadjuvante,
no filme 'Les Miserables'.


Jennifer Lawrence recebe o prémio de Melhor Actriz de Comédia,
no filme  'Silver Linings Playbook'.


Christoph Waltz ao receber o prémio de melhor Actor Coadjuvante no filme "Django"



Jessica Chastain, vencedora do prémio Melhor Actriz 
num filme dramático, pelo 'Zero Dark Thirty'.


Daniel Day Lewis ao aceitar o prémio para o Melhor Actor,
em drama, pelo filme "Lincoln".


Jodie Foster ao aceitar o prémio Cecile B. DeMille, dado por uma bela e muito bem merecida carreira cinematográfica. Como facto relevante, acontecido ao fazer o seu discurso, Jodie Foster informou publicamente que era lésbica, o que era absolutamente notório e bastante pública, mas que a actriz de 50 anos nunca o tinha dito oficialmente. Foi a mais elegante «saída do armário» [come out] que vi até hoje, numa emocionada e bem articulada frase em que se referiu à sua 'moderna família' (parceira e os filhos Charles e Kit, que estiveram presentes na cerimónia) e a Cydney Bernard, sua 'alma irmã nesta vida', apesar de ser ex-companheira amorosa. Quem não se lembra de filmes como: «Taxi Driver», «Contacto» e «O Silêncio dos Inocentes»? São apenas alguns de uma longa e esplêndida carreira profissional, como actriz, realizadora e produtora.


Os filhos de Jodie Foster, Charles (14 anos) e Kit (12 anos),
que estiveram presentes na cerimónia em que a mãe foi estrela maior.


Jodie Foster com os seus filhos Charles (14 anos) e Kit (12 anos)


Jodie Foster foi acompanhada pelo seu amigo de longa data Mel Gibson (à esquerda) e os seus dois filhos. Na mesa, a apoiá-la também esteve presente a sua ex-companheira, Cydney Bernard.

Imagens de outras celebridades presentes
na entrega dos Globos de Ouro


Ryan Seacrest e a namorada, a actriz e bailarina Julianne Hough


Sacha Baron Cohen


Jennifer Garner, mulher de Ben Affleck


Jenifer Lopez e o seu namorado Casper.


Denzel Washington e a sua filha Olivia


Sienna Miller e a sua mãe


Jack Black e a sua mãe Judith. A mulher e os filhos pequenos ficaram em casa.


Taylor Swift


Orlando Bloom e a esposa, a modelo Miranda Kerr, uma das 'Victoria's Secret Angel'.


Hayden Panettiere


Eva Longoria


Heidi Klum


Kate Hudson




Sofia Vergara





Imagens de filmes nomeados ou
 galardoados com os Globos de Ouro


‘Salmon Fishing in the Yemen’


‘Life of Pi’ de Ang Lee


Daniel Day-Lewi contracenando com Sally Field no filme ‘Lincoln’


Jessica Chastain como analista da CIA no filme 'Zero Dark Thirty'


Helen Mirren, como Alma Reville no filme 'Hitchcok'


 Hugh Jackman (melhor actor em 
comédia ou filme musical) actuando com Anne Hathaway
(galardoada como actriz secundária na mesma categoria)
no filme 'Les Miserables'


O nomeado Leonardo DiCaprio como 'Calvin Candle' no filme 'Django Unchained'


Nicole Kidman em ‘The Paperboy’


Judi Dench em‘Best Exotic Marigold Hotel’


‘Hotel Transvylvania’


O compositor Dario Marianelli para o filme ‘Anna Karenina’


Adele, autora da música ‘Skyfall’ do filme de Bond, James


Imagens de candidatos e galardoados de televisão



Julianna Margulies, em ‘The Good Wife’


‘Modern Family’


Don Cheadle, em ‘House of Lies’


‘The Big Bang Theory’


‘Hatfields & McCoys’


Benedict Cumberbatch em ‘Sherlock’


‘American Horror Story: Asylum’


Max Greenfield, em ‘New Girl’


Dame Maggie Smith em 'Downton Abbey'


.

31 de janeiro de 2013

David Beckham assina, em fim de carreira, com o Paris St Germain


Na foto, em 31-1-2013: David Beckham, após assinar o contrato, na conferência de imprena dada esta tarde, no Paris St Germain, ao lado do presidente e proprietário Nasser Al-Khelaif (no centro) e Leonardo, o director desportivo (direita).

David Beckham assinou hoje [31-Jan-2013] com o Paris St Germain: £150.000 semanais a funcionar durante 5 meses. O homem tem 37 anos e consegue esta proeza. Mas mais: a maioria do seu fabuloso salário [num total de 3 milhões de libras] será doado a obras de caridade francesas, destinadas a apoiar crianças. Victoria e os filhos permanecerão em Londres, para não prejudicar as aulas da rapaziada.

David Beckham
2 Maio 1975
6:17
London, England
51º N 30' 0º W 10´

Os mapas devem ser feitos para o dia em que assinou o
contrato com o Paris St Germain: 31 Janeiro 2013.

Se quiser ler em inglês uma análise astrológica desta situação, deixo este link, 'Solaris Astrology':
http://solarisastrology.blogspot.pt/2013/01/david-beckham-one-last-move-in.html

.

30 de janeiro de 2013

Os astrólogos estudam o céu porque...

Fotografia: Minha Terra, Ilha de Moçambique
15º S 02' 17''  -  40º E 43' 54'' [Google Earth]
Foto de 'Ilha Blue', aqui.



Porque hoje é dia de Mercúrio [quarta-feira], vamos pensar um pouco:

Os astrólogos estudam o céu porque este lhes fornece uma observação directa da Ordem Universal. Para nós, astrólogos, tanto os corpos celestes como a natureza humana obedecem à mesma Lei e ritmo de desenvolvimento.

Portanto, para se viver uma vida espiritualmente significativa, os seres humanos deverão tentar viver em harmonia com as Leis que governam o universo e os planetas.

A tese astrológica é a de que o quadro astrológico encontrado no mapa astral [de nascimento] de cada um de nós, possibilitará obter uma clara perspectiva a respeito da maneira individual pela qual usaremos as funções básicas do ser humano, simbolizadas pelo movimento cíclico e ritmíco dos planetas, com os quais estamos sintonizados desde o exacto segundo em que nascemos.

Por isso, ser de grande importância os astrólogos saberem e conhecerem profundamente os ciclos de cada planeta. Só assim, poderá ajudar os seus clientes a atingirem uma maior maturidade pessoal e espiritual. Estes ciclos não são deterministas, apesar de haver experiências mais duras ou mesmo mais dolorosas. Nós, astrólogos, devemos estudar o cosmos e os movimentos em profundidade, pois só assim podemos ser úteis ao próximo.

António Rosa
30 Janeiro 2013

.

28 de janeiro de 2013

Neptuno e Saturno: os medos parecem evaporar-se



Os trânsitos que envolvem Neptuno são os mais subtis de todos. São tão subtis e ocultos que o dono do mapa tarda muito em reconhecer os seus efeitos. É necessário fazer uma análise minuciosa do mapa natal para avaliarmos os efeitos destes trânsitos, pois representam a chave oculta da personalidade e do rumo que a vida toma. Nem todas as pessoas percebem Neptuno do mesmo modo; algumas não o percebem externamente, mas as vibrações estão ali, bem disponíveis no inconsciente, trabalhando para dissolver o ego e libertá-lo.

Quanto mais nos apoiamos no ‘eu’ da personalidade, menos ele existe. Vai desaparecendo. A vontade não será coisa nenhuma, até que queira ser nada. Se Saturno cuida da Vontade, Neptuno trata de a anular, pois é o planeta da obrigação e do sacrifício.

Neptuno é o Pai Natal cósmico, pois tudo aquilo que damos, retorna a nós em duplicado ou em centuplicado. Isto das ‘medidas’ é uma coisa da mente. É o famoso 'segredo.' Quanto mais se dá, mais se recebe. É uma Lei superior. Todos os pensamentos, sentimentos e acções emitidos, voltam ao seu ponto de origem. Para abençoar ou para queimar. Se o que se emite é negativo, que é que se recebe? Pois. Como Lei superior, simplesmente, cumpre-se. Esta é uma das representações de Neptuno.

Neptuno é o criador dos transtornos dos planos mais materiais. Cria uma névoa emocional quando está ligado a Vénus. A personalidade deve afastar-se quando está associado com a Lua. A mente fica enevoada quando o contacto é com Mercúrio. A vontade e o ego dissolvem-se quando contacta com o Sol. Provoca desvitalização da energia, quando aspecta Marte. Com Saturno, a conversa é muito séria. É disto que trataremos neste texto.

Por enquanto, sejamos práticos. A designação técnica astrológica deste texto é: trânsito de Saturno em conjunção a Neptuno natal. Antes de entrar na explicação da natureza deste trânsito, gostaria de vos auxiliar indicando umas datas para orientação dos leitores e estudantes avançados de astrologia. Este trânsito, dependendo de Saturno ficar retrógrado ou não nessa época, pode durar de 6 a 12 meses. Se for Neptuno a transitar em contacto com Saturno, poderá estar activo entre 2 a 3 anos. Este trânsito ocorre em períodos de 35 anos, portanto, a maioria das pessoas pode passar por ele duas vezes.

Desde finais de 2009 e até finais de 2012, este trânsito esteve bastante activo na vida das pessoas nascidas entre 3 Outubro 1942 e 23 Dezembro 1955. A minha geração, portanto. Estas pessoas têm no seu mapa natal, Neptuno em Libra/Balança e Saturno transitou pelo mesmo signo. No final do texto, indico as datas de nascimento de outros grupos de pessoas, que terão este trânsito após 2012.

É um trânsito que ameaça a segurança e a ordem da nossa vida.

As suas obrigações e deveres poderão ser incertos, indefinidos ou mesmo deixados de parte. Apesar da pessoa se esforçar para por em ordem um certo caos que o rodeia, a situação pode ser bastante confusa, impossibilitando o abarcar todas as coisas complexas à sua volta.

Pode ser uma época de incertezas, de inseguranças no que diz respeito às questões da vida rotineira do dia-a-dia. Pode surgir um ambiente de temor e de ansiedade, pois Saturno é o mais materialista dos planetas, enquanto que Neptuno é, sem dúvida o mais idealista. Saturno é o trabalhador e Neptuno o sonhador. Como manejar estas situações tão extremadas? Como segurar Saturno a ser dissolvido por Neptuno? É como se a pessoa fosse destituída do seu poder pessoal, do seu degrau onde está em evidência.

Podem surgir apetências não habituais, havendo o potencial da pessoa sentir a predisposição para ir atrás de um ideal. De trabalhar por um ideal. Algumas vezes esse trabalho pode ser ao estilo de D. Quixote, lutando contra inimigos imaginários.

Pode viver uma época de ansiedades, preocupações ou frustrações, como nunca ocorreu antes na sua vida. Para as pessoas com as datas de nascimento indicadas acima: tentem recordar-se dos acontecimentos da sua vida há cerca de 35 anos atrás. Que aconteceu? Quais as dúvidas e incertezas vividas então? Como as resolveu? Que passos em frente deu nessa ocasião?

Aparecem medos que não são reais e convém perceber que as pessoas mais pessimistas, ou muito agarradas à matéria, terão maior tendência para verem tudo escuro, sem a tal luzinha ao fundo do túnel. A situação, seja qual for, parece muito pior do que na realidade é.

Um conselho que deixo aqui para este trânsito, são as questões de saúde. Recomenda-se que sejam feitas análises médicas e que se previnam imediatamente perante qualquer situação menos corrente. Estes dois planetas, tal como o seu Ponto Médio, estão intimamente ligados a problemas de saúde, sobretudo os de natureza crónica. Acautele-se bem, pois este trânsito é pródigo em fazer aparecer doenças depois de muito tempo delas estarem bem instaladas. Todas as medidas de precaução e prevenção devem ser tomadas.

Em certos casos muito especiais e raros (dependendo da natureza do mapa natal) algumas pessoas poderão desprender-se de bens materiais, ou pelo menos, simplificar a sua vida nesse sentido. Quando isto acontece, estamos perante situações espirituais muito especiais.

É um trânsito estranho, cheio de conflitos internos, em que os piores pensamentos nos podem ocorrer, tais como: ideias sobre fracassos, decepções e sensação de culpa. Sobretudo porque, como a nossa segurança e ordem de vida (Saturno) se encontram envoltas num poderoso solvente (Neptuno), as coisas simplesmente podem ir acontecendo, parecendo que é meio à toa.

Solidão e insegurança podem ser os sentimentos mais constantes. Se não houver cuidado, a pessoa pode resvalar para sensações de depressão, ansiedades súbitas, predisposição a enganos de toda a ordem. Neste trânsito, aprende-se a diferenciar entre depressão e tristeza.

Poderia continuar a enumerar uma série de situações como seja um aumento de desconfiança dos outros, sem uma razão verdadeira. Romper laços que eram ou pareciam duradouros e estáveis. Com uma certa tendência a afastarmo-nos de responsabilidades mais formais. Temos que estar muito atentos a nós mesmos, à nossa vida e às situações que vivemos. Deixarmo-nos ir, é uma coisa. Alhearmo-nos da nossa vida é outra cosia bem diferente.

Não vou continuar a descrever as possíveis ocorrências deste trânsito, para eu próprio não ficar incomodado. Tão neptuniano que isto me saiu! :)

Falemos de outras benesses deste trânsito de Saturno a Neptuno

Saturno em contacto com Neptuno pode ascender a elevadas alturas da espiritualidade ascética ou atirar-se às profundezas do desespero e da escuridão espiritual. Sendo Peixes o signo mais completo do Zodíaco, inclusivamente mais multifacetado nos seus mistérios do que Escorpião, obviamente que o seu regente Neptuno (Júpiter é co-regente deste signo), têm um poder excepcional no tema de cada pessoa.

Quando Saturno contacta com Neptuno, estamos perante um dos trânsitos mais misteriosos que se conhece. É no signo Peixes, Casa 12 e Neptuno, o respectivo regente, que se dissolvem todos os enganos, perdas, danos, confusões, afastamentos, inseguranças, faltas de amor e de auto-estima que não se tenham transformado no ciclo de Escorpião. Levar este lixo emocional e psíquico é a tarefa de Saturno para deixar a pessoa bem desperta, proporcionando então, o estabelecer a ligação ao céu.

Quando se nasce com Saturno em contacto difícil com Neptuno, impregna no ser recém nascido a sensação de que há algo para resolver. Com o desenvolver dos anos, a pessoa sente que há qualquer coisa que parece não estar concluída. Ou que alguma coisa do passado não o larga. É um sentimento que não se pode definir.

Saturno necessita de uma estrutura bem definida. E em contacto com Neptuno, não encontra isso. No entanto, todos sabemos que os opostos atraem-se. As experiências com Neptuno são guardadas no interno. Saturno cristaliza-as em experiências sólidas. Saturno aqui gosta de apreciar esta necessidade de evasão e, quando bem aspectado, dá formas especialmente belas às mesmas. Neste trânsito, uma grande quantidade de terapias está ao alcance das pessoas. No plano do carácter a presença de Saturno pode ser insidiosa. No plano intelectual pode dar frutos de grande genialidade. Tudo porque os opostos atraem-se.

Neste trânsito a pessoa pode estar ligada fortemente ao passado cármico.  A cura está ao alcance destas pessoas.  O serviço aos outros pode tornar-se uma realidade. Com Saturno presente há um enorme potencial para que o Ser consiga viver momentos intensos do “aqui e agora”.

Apenas uma pergunta deve ser feita: confiamos inteiramente em Neptuno ou Peixes para tratar questões de cura? Ou necessitamos de Saturno para criar uma forma, uma regra, um cristal, nesse turbilhão emocional?

Cheguei onde pretendia posicionar-me neste artigo. Porque é que Saturno em contacto com Neptuno (ou ao contrário) dá às pessoas o enorme potencial de ajudar os outros? É simples: Neptuno quer curar e Saturno adora arranjar o que está estragado. Juntos podem trabalhar maravilhosamente na cura dos seres humanos feridos pela vida.

Muito agradecido por ter lido todo o artigo. 

Informação
Outras datas de nascimento e activação deste trânsito:

1 - As pessoas nascidas entre 24 Dezembro 1955 e 3 Janeiro 1970, têm Neptuno em Escorpião e o trânsito será activado entre 2012 e 2014.

2 - As pessoas nascidas entre 4 Janeiro 1970 e 18 Janeiro 1984 têm Neptuno em Sagitário e o trânsito será activado entre finais de 2014 e finais de 2017.

3 - As pessoas nascidas entre 18 Janeiro 1984 e 28 Janeiro 1998 têm Neptuno em Capricórnio e o trânsito será activado nos finais de 2017, com a particularidade de encontrarem Plutão ainda em Capricórnio.

Obviamente que é necessário dar atenção aos mapas natais de cada pessoa, pois o posicionamento deste dois planetas varia de Casa e aspectos gerais. Isto necessita de uma leitura mais fina a adaptada a cada caso.

.
.

23 de janeiro de 2013

Estou muito feliz, honrado e muito agradecido, pois hoje sou eu o homenageado


É uma grande honra informar os meus amigos do Facebook, que um texto meu de astrologia foi publicado no site da SINARJ - Sindicato dos Astrólogos do Estado do Rio de Janeiro.

Nem imaginam como me sinto feliz, honrado e muito agradecido.

Foi maravilhoso ter conhecido a astróloga Fernanda Santa Roza, que sendo a Diretora de Comunicação e Marketing do SINARJ, foi a responsável desta ponte astrológica Brasil - Portugal.

Muito obrigado, Fernanda.
http://www.facebook.com/fernandasantaroza

A actual direcção do SINARJ é:  Márcia Mattos e Renato Chebar (presidente e vice) Carlos Hollanda (dir. técnico), José Maria Gomes Neto (dir. social), Patrícia Messina (dir. relações públicas), Fernanda Santa Roza (dir. comunicação e marketing), Celisa Beranger e Maria Eugênia de Castro (conselheiras).

Os amigos imaginam o que é estar no site com tão ilustres astrólogos brasileiros? Maravilhoso.

O meu mapa apresenta esta narrativa, hoje: Sol em trânsito em conjunção ao meu Júpiter natal. O Júpiter em trânsito faz um belo trígono e ele próprio, no natal e uma conjunção ao meu Mercúrio natal.

AR, 23 Janeiro 2013

Conheça o meu artigo no SINARJ:
http://sinarj.com.br/website/transito-de-plutao/

Peço, a quem quiser que faça um 'like' aqui na página oficial do SINARJ no Facebook:
http://www.facebook.com/pages/SINARJ-Sindicato-dos-Astr%C3%B3logos/210376435725814

Conheça o site do SINARJ:
http://sinarj.com.br/

Aproveito para relembrar o blogue de Fernanda Santa Roza:
http://fernandasantaroza.blogspot.pt/

.

17 de janeiro de 2013

«Prometheus», filme de Ridley Scott


Site do filme, aqui.
Site do filme, versão 2, aqui.
Site do filme, em espanhol, aqui.
No Facebook, aqui.
No IMDB, aqui.
Na Wikipedia, em português, aqui.

«Prometheus» é um filme norte-americano de 2012 dirigido por Ridley Scott, escrito por John Spaihts e Damon Lindelof, e estrelado por Noomi Rapace, Michael Fassbender, Guy Pearce, Idris Elba, Logan Marshall-Green e Charlize Theron. Duração: 124 minutos. Lançamento mundial: 30 Maio 2012 - Em Portugal: 7 Junho 2012 - Lançamento em DVD: 9 Outubro de 2012.

Breve sinopse: Uma expedição espacial em busca do maior de todos os segredos, torna-se num desafio à perseverança e sobrevivência da tripulação quando confrontada com um pesadelo como a humanidade nunca viu.

Informação variada sobre este filme:

Prémios e nomeações, aqui.
Trailers, aqui.
Críticas, aqui.
Página da '20th Century Fox Portugal', aqui.

Imagem artística do filme.

Prometeus ou Prometheus - algumas pistas


- Prometeu - um titã da mitologia grega
- Prometeu - um dos satélites naturais de Saturno
- Prometheus- a árvore mais antiga da Terra
- Prometheus - poema sinfónico de Franz Liszt
- Prometheus - filme de ficção científica de 2012
- Prometheus - nave espacial do universo Stargate
- Prémio Prometheus - prémio literário de ficção científica

O director / realizador


Ridley Scott
30 de Novembro de 1937
South Shields, Reino Unido


A ideia primitiva deste filme

Ridley Scott é um realizador de grande importância no mundo cinematográfico. Construiu uma lista de filmes impressionantes dos quais assinalo estes: «Alien, o 8º Passageiro» (1979), «Blade Runner» (1982), «Thelma e Louise» (1991), «G.I. Jane» (1997), «Gladiator» (2000).

Quando começou com os primeiros esboços para «Prometheus», a sua ideia era fazer um filme em 2 partes que fosse o prelúdio da série 'Alien' que tinha lançado em 1979. Seria, segundo Ridley Scott, uma película anterior ao 1º filme da série e apostou em actores sólidos e multiculturais [diversas nacionalidades e raças], com bons trabalhos e uma carreira construída, e não pretendia nenhuma 'super-star' a protagonizar o seu filme. Nesse sentido, contratou a actriz sueca Noomi Rapace para o papel de Drª Elizabeth Shaw, obviamente, o principal papel feminino, sendo o masculino protagonizado pelo robot David [Michael Fassbender].

O que Ridley Scott não contava é que a poderosa '20th Century Fox' se assustasse com um enredo tão forte e sem nenhuma 'mega-star' para encabeçar o cartaz, como se tornou moda nos últimos 30 anos, esquecendo-se que foi o próprio Ridley Scott quem com os seus filmes de acção mais antigos inventou o conceito de mega-stars para  filmes de acção. A distribuidora puxou pelos 'galões' e fez o que melhor sabem fazer nestas situações: ameaçou que cortaria o financiamento de muitos milhões de dólares passando para um orçamento tipo série B.

Ridley Scott não teve outro remédio senão aceitar a exigência da distribuidora e incorporou a bela star sul-africana Charlize Theron no papel absolutamente secundário de Meredith Vickers. Basta ver a quantidade de minutos que aparece no filme e a ausência de relevo da sua personagem. Percebe-se que é uma participação minoritária e forçada pela produção.

E, assim, o que deveria ser um filme de culto, passou à categoria de um filme para multidões, que ainda, por cima, ficam desiludidos com a obra, pois Charlize Theron não é nada convincente nesta película.

Charlize Theron no papel de 'Meredith Vickers'
Charlize Theron 
07-08-1975
Benoni, Gauteng, África do Sul

Seu site
No IMDb
Seu Facebook oficial.


Charlize Theron no papel de 'Meredith Vickers'

Ridley Scott fez muita falta no mundo dos filmes de ficção científica. Passados 30 anos desde «Blade Runner» e 33 anos desde «Alien, o 8º Passageiro», o director retornou ao género com «Prometheus». Quem vê o filme percebe que apesar da existência de alguns problemas no enredo e execução, é inegável que este filme é bem superior a tudo o que tem surgido envolvendo viagens no espaço e espécies alienígenas nos últimos anos. Talvez a excepção seja a série «Guerra das Estrelas» e «Avatar».

A sueca Noomi Rapace na sua personagem 'Elizabeth Shaw'.
28 de Dezembro de 1979
Hudiksvall, Hälsingland, Suécia




Estamos em 2089, praticamente no fim do século XXI. Elizabeth Shaw [Noomi Rapace] e Charlie Holloway [Logan Marshall-Green] são exploradores que encontram a mesma pintura em várias cavernas na Terra.

Com base nisto, eles desenvolvem uma teoria em que a pintura aponta para um lugar específico do universo, que teria alguma relação com o início da vida no planeta Terra. A dupla convence um bilionário, Peter Weyland [Guy Pearce], a financiar uma cara expedição interestelar para investigar o assunto.

Desta forma, Elizabeth e Charlie entram para a tripulação da nave 'Prometheus', composta pelo robot David [Michael Fassbender], a directora da expedição, Meredith Vickers [Charlize Theron], o capitão Janek [Idris Elba], entre outros.

Todos, com excepção de David, hibernam em sono criogénico até que a nave chegue ao objectivo, o que acontece em 2093. Encantados com a descoberta de um novo mundo e a possibilidade de revelarem o segredo da origem da vida na Terra, Elizabeth e Charlie não percebem que o local é também bastante perigoso.

Michael Fassbender no papel do robot 'David'
02-04-1977 
Heidelberg, Baden-Württemberg, Alemanha

Seu site oficial, aqui.
No Facebook, página semi-oficial de fãs. 


Michael Fassbender no papel do robot 'David'

Um dos principais méritos de Ridley Scott foi investir em uma narrativa original e independente, e também por não se repetir. «Alien» começa de forma sombria e leva muito tempo para apresentar o seu "monstro" e revelar a sua protagonista (Sigourney Weaver, que na primeira metade é quase que uma coadjuvante). Na nova produção, o director diz logo ao que veio, mostrando de caras o seu alienígena e, pouco depois, a sua protagonista (Noomi Rapace, em uma óptima actuação).

«Prometheus» é um deslumbre técnico, contando com um trabalho de mixagem de som e efeitos sonoros merecedores de aplausos. Os efeitos especiais também impressionam e fazem das cenas de acção momentos memoráveis e assustadores. Está longe (muito longe) de ser um filme de terror, como alguns apontaram, mas sem dúvida é eficaz na construção de um suspense.


Idris Elba no papel de Janek

Idrissa "Idris" Akuna Elba
6 Setembro 1972
Hackney, London, England

No Facebook
No IMDb

Curiosidades: Ridley Scott rodou parte de seu filme nos estúdios Pinewood, no Albert R. Broccoli 007 Stage, na Inglaterra. As cenas aquáticas foram rodadas na Espanha, na Cidade da Luz, em Alicante. O elenco e equipe técnica também passou por várias localidades na Islândia e na Escócia.


Trailers legendados em português




Os bastidores do filme



Curiosidades: Na fase de pré produção, vários nomes femininos surgiram nas notícias sobre o filme, comos os de Michelle Yeoh, Gemma Arteton, Anne Hathaway, Carey Mulligan, Olivia Wilde, Natalie Portman e Abbie Cornish. Entre os actores, James Franco e Ben Foster tiveram os seus nomes associados ao projecto em algum momento.



Logan Marshall-Green no papel de 'Charlie Holloway'

Logan Marshall-Green
1 Novembro 1976
Charleston, South Carolina, USA

No Facebook
No IMDb

Curiosidades: As actrizes Angelina Jolie e Charlize Theron disputaram a personagem Meredith Vickers. No fim das contas, Charlize saiu-se vencedora e ficou com o papel.



Rafe Spall no personagem de 'Millburn'

Rafe Joseph Spall
10 Março 1983
East Dulwich, London, UK

No Facebook
No IMDb

Curiosidades: O director fez questão de manter a história do filme guardada em segredo, revelando aos poucos, através de teasers (pequenos trailers) algumas imagens e possíveis detalhes da produção. Com os problemas surgidos durante a fase de pré produção, o cineasta preferiu optar por transformar o filme em algo independente, mas segundo ele continuará tendo  "o DNA de Alien".



Guy Pearce no papel de Peter Weyland,
o idoso, bilionário e muito doente financiador da expedição,
na foto abaixo, percebendo-se um aturado trabalho de maquilhagem,
para poder parecer um homem com mais de 100 anos.


Guy Pearce
05-10-1967 - Cambridgeshire, Inglaterra

No IMDb

Crítica de Lucas Salgado

«Como um filme de ficção científica, «Prometheus» é quase perfeito. Conta com óptimos efeitos especiais, com um elenco em total sintonia e com criaturas misteriosas e interessantes, isso sem falar no suspense bem construído e nas cenas de acção extraordinárias. Então, qual seria o problema? É justamente a superficialidade do seu discurso. Foi no que deu a necessidade dos milhões de dólares da 20th Century Fox, que obrigou a uma reformulação da história.

»Na história, uma equipe de exploradores descobre novos indícios sobre a origem do homem. Em busca de respostas, juntam-se a tripulação de uma nave, patrocinada por um executivo, para seguir um mapa estelar que levaria a um possível contato com nossos criadores.

»O filme é muito raso em sua discussão religiosa, preocupando-se apenas em levantar o eterno debate entre fé e ciência e utilizar simbolismos (e símbolos) baratos, como o crucifixo que acompanha a personagem de Rapace. A dica é para que o espectador aguente o blá blá blá religioso de Scott e foque sua atenção nos méritos da produção, que são muitos.»

Lucas Salgado


Fotos diversas do filme


A nave USCSS Prometheus, que deu o título ao filme. Uma belíssima peça de arte desenhada por Daren Cosgrove e que em filme 3D tem um impacto tremendo.


O engenheiro criador



Na sequência inicial com muitos engenheiros presentes





Para o mapa das estrelas do Engenheiro que David [Michael Fassbender] descobre, o realizador-director Ridley Scott inspirou-se na obra do pintor Joseph Wright 'Uma Palestra Filosófica sobre Orrery'


A nave do Engenheiro, que David [Michael Fassbender] descobre no filme é uma parte do ambiente que a tripulação do 'Prometheus' explora.



Ridley Scott dirigindo a actriz sueca Noomi Rapace,
a grande protagonista do filme.


Logan Marshall-Green, Noomi Rapace, Michael Fassbender


Ilustrações daqui, daqui, daqui e daqui


Sobre «Alien, o 8º Passageiro»

«Alien, o 8º Passageiro» (1979), realizado por Ridley Scott com Sigourney Weaver, tendo sido aclamado pela crítica e um enorme sucesso de bilheteira  tendo recebido vários prémios. O sucesso de «Alien» criou uma série de produtos: livros, banda desenhada, jogos e brinquedos, como também três sequências. Também lançou a carreira de Sigourney Weaver, dando-lhe o seu primeiro papel principal, e a história dos encontros da Tenente Ripley com os alienígenas tornou-se a base para as histórias das sequências: «Alien: o Reencontro Final» (1986) [realizado por James Cameron], «Alien: a Desforra» (1992) [realizado por David Fincher] e «Alien: o Regresso» (1997) [realizado por Jean-Pierre Jeunet]. Apesar de serem excelentes directores, nenhum conseguiu, nesta série, o sucesso obtido pelo visionário Ridley Scott.





MPC Prometheus VFX breakdown! from MPC on Vimeo
.
.

15 de janeiro de 2013

Jodie Foster - O retorno do seu Quíron em Peixes leva-a a assumir publicamente a sua homossexualidade



Jodie Foster - O retorno do seu Quíron em Peixes leva-a
a assumir publicamente a sua homossexualidade,
na verdade, um segredo conhecido por muitos

Nos Globos de Ouro de 2013, foi atribuído a Jodie Foster o prémio Cecile B. DeMille, dado por uma bela e muito bem merecida carreira cinematográfica. Quem não se lembra de filmes como: «Taxi Driver», «Contacto» e «O Silêncio dos Inocentes»? São apenas alguns de uma longa e esplêndida carreira profissional, como actriz, realizadora e produtora.

No discurso de aceitação do prémio, Jodie Foster informou publicamente que era lésbica, o que era absolutamente notório e bastante pública, mas que a actriz de 50 anos nunca o tinha dito oficialmente. Foi a mais elegante «saída do armário» [come out] que vi até hoje, numa emocionada e bem articulada frase em que se referiu à sua 'moderna família' (parceira e os filhos Charles e Kit, que estiveram presentes na cerimónia) e a Cydney Bernard, sua 'alma irmã nesta vida', apesar de ser ex-companheira amorosa.


Os filhos de Jodie Foster, Charles (14 anos) e Kit (12 anos),
que estiveram presentes na cerimónia em que a mãe foi estrela maior.


Jodie Foster com os seus filhos Charles (14 anos) e Kit (12 anos).


Jodie Foster foi acompanhada pelo seu amigo de longa data Mel Gibson (à esquerda) e os seus dois filhos. Na mesa, a apoiá-la também esteve presente a sua ex-companheira, Cydney Bernard.



JODIE FOSTER
19 Novembro 1962
8h14
Los Angeles, California, EUA

O mapa de trânsitos da actriz para Janeiro 2013

Clique no mapa para o ampliar e assim poder verificar que, em trânsito, Quíron está a fazer o seu retorno, o que acontece com todos nós, por volta dos 50 anos.

Quíron natal de Jodie Foster está a 6º 09' de Peixes, na Casa III. E o Quíron de trânsito também está no grau 6 de Peixes.

Tenho explicado em muitos textos que acredito que Quíron é o planeta do «como fazer» para se processar a iniciação da alma, quando já vivemos o suficiente para percebermos que nos temos que ligar ao Alto e ao nosso interno.

O silêncio que mantinha sobre o ser lésbica, era um assunto que a preocupava, pois preferia libertar a sua mente e o seu coração dizendo a verdade ao mundo. Não que o mundo não soubesse já, mas oficialmente ela mantinha-se calada.

Este mapa astrológico é perfeito, pois processando-se este retorno de Quíron na Casa III, a casa da mensagem, da informação e da comunicação, o ela ter escolhido esta entrega de prémios dos Globos de Ouro, com as televisões de todo o mundo a transmitirem em directo.

Cumpriu com o propósito da sua alma e fez uma bela iniciação a assuntos internos muito poderosos. Foi a «saída do armário» [come out] mais elegante que vi até hoje. 


Aquele que se supõe ser o pai biológicos dos filhos de Jodie Foster.
O produtor Randy Stone, que teve um «caso» prolongado com a actriz, numa fotografia de 1999, por ocasião dos prémios Emmy. Convém lembrarmo-nos que estes filhos são biológicos da actriz, só que
na altura, ela recusou-se a dizer quem era o pai biológico. 


Jodie Foster e a ex-companheira Cydney Bernard, numa foto de 2005. Cydney Bernard, juntamente com Jodie Foster, tem a responsabilidade partilhada da paternidade / maternidade das crianças.

.

14 de janeiro de 2013

Prémios Globos de Ouro 2013




A cerimónia entrega dos prémios Golden Globe decorreu no dia 13 de Janeiro.


Ben Affleck dirigiu e protagonizou o filme 'Argo'.
Aqui, dirigindo uma cena do filme.
O melhor filme dramático e o melhor realizador foram para ele e o seu filme.

Prémios para o Cinema


'Django Unchained' - na imagem JamieFoxx e Franco Nero, filme de Quentin Tarantino

Melhor filme na categoria Drama:
‘Argo’
Melhor filme na categoria de Musical e Comédia:
‘Les Miserables’
Melhor director / realizador:
Ben Affleck, ‘Argo’
Melhor actor na categoria de Drama:
Daniel Day-Lewis, ‘Lincoln’
Melhor actriz na categoria de Drama:
Jessica Chastain, ‘Zero Dark Thirty’ (00h30 Hora Negra)
Melhor actor na categoria de Musical e Comédia:
Hugh Jackman, ‘Les Miserables’
Melhor actriz na cateoria de Musical e Comédia:
Jennifer Lawrence, ‘Silver Linings Playbook’ (Guia para um Final Feliz)
Melhor actor secundário:
Christoph Waltz, ‘Django Unchained’
Melhor actriz secundária:
Anne Hathaway, ‘Les Miserables’
Melhor argumento:
Quentin Tarantino, ‘Django Unchained’
Melhor filme internacional:
‘Amour’
Melhor filme de animação:
‘Brave’
Melhor banda sonora:
Mychael Danna, ‘Life of Pi’
Melhor música original:
Adele - ‘Skyfall’ Skyfall

Prémios para a Televisão




MELHOR SÉRIE (DRAMA)
‘Homeland’ (Segurança Nacional)
MELHOR SÉRIE (COMÉDIA OU MUSICAL)
‘Girls’
MELHOR ACTOR (DRAMA)
Damian Lewis, em Homeland (‘Segurança Nacional’)
MELHOR ACTRIZ (SÉRIE DRAMA)
Claire Danes, em ‘Homeland’
MELHOR ACTOR (COMÉDIA OU MUSICAL)
Don Cheadle, em ‘House of Lies’
MELHOR ACTRIZ (COMÉDIA OU MUSICAL)
Lena Dunham, em ‘Girls’
MELHOR TELEFILME OU MINI-SÉRIE
‘Game Change’
MELHOR ACTOR EM TELEFILME OU MINI-SÉRIE
Kevin Costner, em ‘Hatfields & McCoys’
MELHOR ACTRIZ EM TELEFILME OU MINI-SÉRIE
Julianne Moore, em ‘Game Change’
MELHOR ACTOR SECUNDÁRIO EM SÉRIE, MINI-SÉRIE OU TELEFILME
Ed Harris, em ‘Game Change’
MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA EM SÉRIE, MINI-SÉRIE OU TELEFILME
Maggie Smith, em ‘Downton Abbey’

Prémio Carreira Cecil B. DeMille
Jodie Foster

Imagens de alguns dos galardoados
a receberem o seu Globo de Ouro


Hugh Jackman, ao receber o prémio de Melhor Actor no filme «Les Miserables», para o qual teve de perder cerca de 15 kgs do seu peso, tendo entretanto, recuperado algum, voltando ao seu normal muito bom estado.



Ben Affleck ao receber o prémio de
Melhor Director / Realizador pelo seu filme «Argo»


Anne Hathaway ao receber o prémio de Melhor Actriz Coadjuvante,
no filme 'Les Miserables'.


Jennifer Lawrence recebe o prémio de Melhor Actriz de Comédia,
no filme  'Silver Linings Playbook'.


Christoph Waltz ao receber o prémio de melhor Actor Coadjuvante no filme "Django"



Jessica Chastain, vencedora do prémio Melhor Actriz 
num filme dramático, pelo 'Zero Dark Thirty'.


Daniel Day Lewis ao aceitar o prémio para o Melhor Actor,
em drama, pelo filme "Lincoln".


Jodie Foster ao aceitar o prémio Cecile B. DeMille, dado por uma bela e muito bem merecida carreira cinematográfica. Como facto relevante, acontecido ao fazer o seu discurso, Jodie Foster informou publicamente que era lésbica, o que era absolutamente notório e bastante pública, mas que a actriz de 50 anos nunca o tinha dito oficialmente. Foi a mais elegante «saída do armário» [come out] que vi até hoje, numa emocionada e bem articulada frase em que se referiu à sua 'moderna família' (parceira e os filhos Charles e Kit, que estiveram presentes na cerimónia) e a Cydney Bernard, sua 'alma irmã nesta vida', apesar de ser ex-companheira amorosa. Quem não se lembra de filmes como: «Taxi Driver», «Contacto» e «O Silêncio dos Inocentes»? São apenas alguns de uma longa e esplêndida carreira profissional, como actriz, realizadora e produtora.


Os filhos de Jodie Foster, Charles (14 anos) e Kit (12 anos),
que estiveram presentes na cerimónia em que a mãe foi estrela maior.


Jodie Foster com os seus filhos Charles (14 anos) e Kit (12 anos)


Jodie Foster foi acompanhada pelo seu amigo de longa data Mel Gibson (à esquerda) e os seus dois filhos. Na mesa, a apoiá-la também esteve presente a sua ex-companheira, Cydney Bernard.

Imagens de outras celebridades presentes
na entrega dos Globos de Ouro


Ryan Seacrest e a namorada, a actriz e bailarina Julianne Hough


Sacha Baron Cohen


Jennifer Garner, mulher de Ben Affleck


Jenifer Lopez e o seu namorado Casper.


Denzel Washington e a sua filha Olivia


Sienna Miller e a sua mãe


Jack Black e a sua mãe Judith. A mulher e os filhos pequenos ficaram em casa.


Taylor Swift


Orlando Bloom e a esposa, a modelo Miranda Kerr, uma das 'Victoria's Secret Angel'.


Hayden Panettiere


Eva Longoria


Heidi Klum


Kate Hudson




Sofia Vergara





Imagens de filmes nomeados ou
 galardoados com os Globos de Ouro


‘Salmon Fishing in the Yemen’


‘Life of Pi’ de Ang Lee


Daniel Day-Lewi contracenando com Sally Field no filme ‘Lincoln’


Jessica Chastain como analista da CIA no filme 'Zero Dark Thirty'


Helen Mirren, como Alma Reville no filme 'Hitchcok'


 Hugh Jackman (melhor actor em 
comédia ou filme musical) actuando com Anne Hathaway
(galardoada como actriz secundária na mesma categoria)
no filme 'Les Miserables'


O nomeado Leonardo DiCaprio como 'Calvin Candle' no filme 'Django Unchained'


Nicole Kidman em ‘The Paperboy’


Judi Dench em‘Best Exotic Marigold Hotel’


‘Hotel Transvylvania’


O compositor Dario Marianelli para o filme ‘Anna Karenina’


Adele, autora da música ‘Skyfall’ do filme de Bond, James


Imagens de candidatos e galardoados de televisão



Julianna Margulies, em ‘The Good Wife’


‘Modern Family’


Don Cheadle, em ‘House of Lies’


‘The Big Bang Theory’


‘Hatfields & McCoys’


Benedict Cumberbatch em ‘Sherlock’


‘American Horror Story: Asylum’


Max Greenfield, em ‘New Girl’


Dame Maggie Smith em 'Downton Abbey'


.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates