A minha viagem de sonho virtual: Argentina, Ruta 40 [roteiros de sonho]

31 de julho de 2009 · 52 comentários

Se quer ver todo o post, clique mais abaixo em 'Leia mais...'

Para este fim-de-semana deixo-vos a minha viagem de sonho virtual: «Ruta Nacional 40», a oeste da Argentina, desde Cabo Virgenes [Sul - Km 0], na província de Santa Cruz, o ponto mais austral deste país até à cidade fronteiriça La Quiaca, na província de Jujuy [norte]. De ponta a ponta, a Ruta 40 tem uma extensão superior a 5.000 kms e é paralela à cordilheira dos Andes. Portanto, atravessa a Patagónia argentina em cerca de 2.700 km.


A «Ruta 40» une 11 províncias, cruza 236 pontes, passa por 13 grandes lagos e 18 rios importantes e serve de acesso a 5 patrimónios da humanidade e 20 parques nacionais e reservas naturais, ao longo de 27 enormes cordilheiras.






Curta metragem turística, que percorre a «Ruta Nacional 40».

Sem dúvida, a principal atracção da Rota 40 são as fases menos hospitaleiras do caminho, do ambiente e da atmosfera, as grandes extensões em que a estrada é de cascalho, apesar de já haver alguns milhares de quilómetros pavimentados.

Podem-se percorrer centenas de quilómetros sem uma estação de serviço ou de alojamento tendo apenas como companhia as belas paisagens que são de cortar a respiração.

Alto Rio Senguer

Esquel

Fitz Roy

Cañadón de la Mosca

Lago Nahuel Huapi

Imensidão da rota 40

Glaciar Perito Moreno

San Carlos de Bariloche
Telken

Mapa da Rota 40

Bom fim-de-semana.








.

Sabe o que é 'colonialismo climático'?

30 de julho de 2009 · 21 comentários


Clique na imagem para aumentá-la.

Vale a pena ler no blogue «A Escada de Penrose», de Rui Herbon.
[clique aqui]

O Amarelo é Verão

· 41 comentários

O amarelo é:

Atracção, charme, confiança, hipnose, fascinação.
Alegria, intelecto, comunicação, viagem, cativação.
Anjos do ar, signo do Leão, o Sol, Mercúrio (pálido).


Correspondências:

Energia, vontade, vitalidade, propósito,
purificação, sangue, Sol, desertos.

Direcção: Sul

Cores associadas: Encarnado, dourado, laranjas, branco.



Deusas pagãs: Brígida, Vesta, Bast, Sekhmet, Pele.

Deuses pagãos: Vulcão, Horus, Ra, Agni, Ea, Llyr.

Elementais da natureza: Salamandras.



Anjo: Miguel.

Signos do Zodíaco: Carneiro, Leão, Sagitário.

Estação: Verão.



Tempo do dia: Meio-dia.

Sentido: Vista.

Animais: Dragões, leões, cavalos.


Ferramentas para rituais: Varinha e velas.

Plantas: Alho, pimentos cebolas, mostarda.

Árvores: Amendoeira em flor.



Pedras ou jóias: Opala, ágata, rubi, obsidiana.

Incenso: Olíbano.



[Antes que me perguntem: as ilustrações escolhidas
não têm nenhuma relação com o texto.]

Neptuno, o criador dos transtornos dos planos materiais

29 de julho de 2009 · 13 comentários

Os trânsitos de Neptuno são os mais subtis de todos. São tão subtis e ocultos que o dono do mapa tarda muito em reconhecer os seus efeitos. Uma técnica para avaliarmos o trânsito de Neptuno é analisarmos o seu posicionamento completo no mapa natal. É a chave oculta da personalidade e do rumo que a vida toma.

A natureza dos planetas que Neptuno contacta no seu trânsito (quer em aspectos facilitadores ou desafiantes), mais a época da vida da pessoa em que ocorre o contacto, proporcionarão as chaves mestras sobre o desenvolvimento interno e externo do carácter. Nem todas as pessoas percebem Neptuno do mesmo modo; algumas pessoas não o percebem externamente, mas as vibrações estão ali, bem disponíveis no inconsciente, trabalhando para dissolver o ego e libertá-lo.

Os nossos sonhos e ideias mudam ao longo dos anos. Trata-se de Neptuno e dos seus movimentos secretos. Neptuno, regente da décima segunda casa (que trata do auto-apoio e da auto-anulação), é um dos Senhores do Carma.

Quanto mais nos apoiamos no ‘eu’ da personalidade, menos ele existe. Vai desaparecendo. A vontade não será coisa nenhuma, até que queira ser nada. Se Úrano cuida da Vontade, Neptuno trata de a anular, pois é o planeta da obrigação e do sacrifício.

Neptuno é o Pai Natal cósmico, pois tudo aquilo que damos, retorna a nós em duplicado ou em centuplicado. Isto das ‘medidas’ é uma coisa da mente. É o famoso segredo. Quanto mais se dá, mais se recebe. É uma Lei superior. Todos os pensamentos, sentimentos e acções emitidos, voltam ao seu ponto de origem. Para abençoar ou para queimar. Se o que se emite é negativo, que é que se recebe? Pois. Como Lei superior, simplesmente, cumpre-se. Esta é uma das representações de Neptuno, como Senhor do Carma


Neptuno é o criador dos transtornos dos planos mais materiais. Cria uma névoa emocional quando está ligado a Vénus. A personalidade deve afastar-se quando está associado com a Lua. A mente fica enevoada quando o contacto é com Mercúrio. A vontade e o ego dissolvem-se quando contacta com o Sol. Provoca desvitalização da energia, quando aspecta Marte.

Dicionário Místico: Apocalipse ou Revelação Divina

28 de julho de 2009 · 36 comentários


O livro do Apocalipse (chamado também 'Apocalipse de São João', pelos católicos e ortodoxos, e 'Apocalipse de João', pelos protestantes, ou ainda Revelação a João) é um livro da «Bíblia» — um dos livros sagrados da humanidade.

A palavra 'apocalipse' significa, em grego, "Revelação". Um "apocalipse", na terminologia do judaísmo e do cristianismo, é a revelação divina de coisas que até então permaneciam secretas, até serem reveladas a um profeta. Hoje utilizaríamos a palavra 'canalização'.

Devido ao facto de, na maioria das bíblias em língua portuguesa se usar o título 'Apocalipse' e não 'Revelação', o verdadeiro significado da palavra foi ficando obscuro, sendo entendido popularmente como sinónimo de "fim do mundo". O que não é correcto.

Pouco há a fazer, pois esta ligação de 'apocalipse' a 'fim do mundo' ficou verdadeiramente instalada na matrix negativa da psique colectiva da humanidade, provocando medo. Só há uma forma de combater este medo atávico: confiar no que é divino.

Por outro lado, como ainda existe (até em alguns meios esotéricos e espirituais) a concepção de um Deus pessoal e castigador, ficamos mergulhados na energia do 'medo', mesmo de forma inconsciente.

Na verdade, o que a mente do ser humano traduz é bem simples: medo à morte. É uma enorme teia criada pela matrix negativada na nossa psique. Temos que nos desembaraçar destas ideias deixando o coração falar. Quando ele fala, tudo se torna mais luminoso.

Algumas pessoas defendem que o facto de várias civilizações no mundo terem apresentado narrações apocalípticas sugere que estas têm uma origem comum e ancestral que foi sendo deturpada pela transmissão oral. Hoje, vale o que vale.

Maria Izabel Viegas

· 23 comentários


Maria Izabel Viegas é Terapeuta de Vidas Passadas. E astróloga.

Conheçam o seu projecto global:

Despertar das Memórias
[Um blogue exclusivo onde responde a perguntas sobre TVP]

Memórias de Vidas Passadas
[Onde escreve sobre temas espirituais]

Viajantes na Linha do Tempo
[Seu blogue mais antigo e pioneiro nestas andanças]

Seu e-mail: izabelviegas@gmail.com


Abraço, Maria Izabel.

SIMplex

· 24 comentários

A 20 de Julho arrancou este blog, que já estou a seguir, com o objectivo de contribuir para a vitória do PS. Informação aos meus amigo dos Brasil: em Setembro teremos eleições legislativas em Portugal.

Dicionário Místico: Nova Jerusalém

27 de julho de 2009 · 55 comentários

Photobucket

Sempre me fascinou o conceito de «Nova Jerusalém». Desde muito antes de ser popularizado pelas canalizações de Kryon, através de Lee Carol. Desde o tempo em que ainda se acreditava em 'céu' e 'inferno'. Posso garantir-vos que deixei de acreditar nisso há dezenas de anos. Desde os tempos em que parte das minhas leituras passavam por santos e filósofos, teólogos e livros sagrados. Foi sempre um fascínio, uma atracção, qual vórtice que me encaminhava para a expressão «Nova Jerusalém».

Hoje, muitos de nós sabemos que o 'céu' é o local para onde se encaminha o nosso planeta ao migrar para outras dimensões. Portanto, a próxima localização deste planeta será em «Nova Jerusalém». Por isso, nunca tanta gente tem trabalhado intensamente o chacra do coração. É uma promessa.

Kryon, numa das suas canalizações, afirmou: «A Terra assumirá uma nova tarefa. Como milhões de formas de vida do universo físico, este planeta acabará por se unir a muitos dos outros planetas. O potencial é grande, e este é um novo plano que não é imediato, mas sim um plano ao qual todos teremos capacidade de voltar. Este novo plano acabará por nos levar a uma energia que está sendo chamada de a Nova Jerusalém. Será nesta época que acabaremos conhecendo "oficialmente" outras formas de vida.»

Sabem, isto de oficialmente podermos vir a conhecer outras formas de vida, sempre me pareceu fantástico. Soa a ficção científica, mas é assim que para mim a coisa faz sentido. Deve ser do meu Júpiter em Aquário na Casa 9. Faz todo o sentido, porque não acredito que estamos sós neste universo. Tão simples como isto. E agrada-me muito a ideia de poder conviver com outros povos, que não sejam deste planeta.

«Nova Jerusalém», sempre foi uma promessa do Céu. Nova Jerusalém é um conceito urbano do céu. Que moderno estou, a explicar assim! Ao contrário do paraíso simples e natural descrito em textos bíblicos, onde a Nova Jerusalém acarretava imagens de torres em flechas de ouro, paredes douradas e mansões cobertas de jóias. Era assim que os antigos viam esta Nova Jerusalém.

Imagine: já no século nove, a verbalização duma tão cosmopolita corte (Nova Jerusalém) passou a constar dos cânticos dos monges, de acordo com a maneira como imaginavam o paraíso cristão na época.

O conceito de um lugar sagrado e resplandecente (Nova Jerusalém) tem a sua origem no Antigo Testamento hebraico, em passagens que prevêem uma cidade gloriosa de intermináveis alegrias. Mais tarde, no texto «Apocalipse», São João descreve que "estarão revestidas de ouro e jóias". "E eu, João, vi a cidade santa, Nova Jerusalém vindo de Deus para fora do céu, preparada como uma noiva adornada para o esposo." (Apoc. 21:1-3). Este tornou-se desde então o tópico de um debate contencioso entre clérigos e críticos.

O escritor cristão São Paulo também descreve nos seus escritos uma cidade. Uma das suas cartas aos primeiros cristãos oferece aos seguidores a cidadania na eternidade do paraíso, onde habitarão com Deus. Esta imagem dos manuscritos é um bem demarcado abandono de outras noções de paraíso como jardim bucólico de maravilhas naturais, onde abundam prados exuberantes, regatos de cristal e flores perfumadas.

As linguagens foram mudando ao longo dos séculos, e os ensinamentos hoje são mais claros e transparentes. É necessário cuidar deste planeta e de nós mesmos, para podermos perceber que estamos juntos nesta experiência multidimensional.

O divinoporto levar-nos-á a caminho de «Nova Jerusalém».

Um selo bonito

· 24 comentários


Muito agradecido pelo selo oferecido pela Ângela,
do «Entremeio». [clicar]
Veja aqui todos os selos recebidos.

Regras: Oferecer este selo a 10 blogues. E avisá-los disso.

Um abraço aos autores destes blogues:
Makyarim
Blog'Arte
BandarraVet
NAVE Azul
Astros e Estrelas
Holy Venus
Astropost
Casa Claridade
Aprendiz de Feiticeiro
Viajantes Alados

10.000 comentários

26 de julho de 2009 · 55 comentários

Photobucket

Comemorando mais de 10.000 comentários neste blogue.
Muito obrigado a todos os amigos e leitores
.


À direita deste post encontra o contador,
com um pequeno texto.



Uma análise possível sobre o desencarne interdimensional do planeta Terra

25 de julho de 2009 · 51 comentários

Terra - O Desencarne Interdimensional
Por André Louro de Almeida
[Excertos]

«Neste momento a Terra aproxima-se inexoravelmente para um portal do qual não há retorno. Esse portal está a uma distância temporal de alguns anos da Terra inteira, com um nível de forma-pensamento de 72 horas e depois, as formas-pensamento capazes de se ajustar a uma matriz de dimensão superior, atravessam o portal, são ressolidificados do lado de lá.


Ou seja, a transição que está a acontecer não pode ser medida por regras e compassos sociológicos, políticos, intelectuais ou religiosos. A transição que já começou actua num nível bem abaixo da matéria que nós conhecemos e bem acima do espírito tal como nós o conhecemos.

As montanhas, os lagos, as florestas, os oceanos, as espécies, os elementos, grande parte da biomassa e também da majestosa massa inorgânica está-se preparando para este salto interdimensional.

A matéria também quer atravessar o portal mas nem toda a matéria o pode fazer, assim como nem todos os corpos físicos, nem todas as espécies podem atravessar, porque a transição que vai ser feita é entre uma forma de captar a imagem logóica para a Terra, que é a fórmula da 3ª dimensão, para uma fórmula da 5ª dimensão onde a forma como a substância Mãe, a consciência Filho e o fogo do Pai interagem muito mais próximos de um triângulo equilátero do que na 3ª dimensão, em que o triângulo está descalibrado.

Só podem atravessar o portal aquelas substâncias, aquele corpos, aquelas consciências, aqueles pensamentos, aquelas calibragens e frequências que se podem ajustar ao rectículo cristalino da Nova Terra.

Há um desencarne da Terra inteira. Isto é, um desajuste entre a súmula, amplexo de formas-pensamento que geram a Terra e a sua base física estrita pois uma grande parte (60 a 70%) da substância terrestre está tão contaminada por sistemas metódicos regulares de distribuição de energia, matrizes de controle, matrizes de pensamento negativo, matrizes químicas tóxicas, a massa terrestre já está tão contaminada que ela não tem tempo de saltar, mas uma grande parte (30 a 40%) da biomassa da Terra consegue acompanhar a vibração da forma-pensamento que desencarna, subir ao máximo a vibração e passar o limiar entre as duas dimensões e o resultado é que, para trás, na 3ª dimensão, vai ficar um caroço geológico velho que contém todas as construções humanas, reinos e áreas de esforço natural que não conseguem, ou não fizeram o trabalho de se preparar para esta transição.

Fica como um cadáver na 3ª dimensão que é o que se passa com Vénus e com a Lua. São cadáveres de planetas que se transformaram em formas-pensamento durante poucas horas e transitaram para uma dimensão superior.

Nós estamos a ser preparados para um processo em que as coisas vão ficar cada vez mais subtis até que há um momento... porque a preparação é gradual mas a transição não é gradual, será ao meio dia e tantos minutos do dia X, do mês X, do ano X.

Quando Eles decidirem: "é agora" este planeta é desfotografado do contínuo em que está, transforma-se em forma-pensamento, a matéria acompanha e é refixado do lado de lá do grande portal como planeta de dimensão superior.

Portanto, quem vai lá estar são as pessoas que, do lado de cá, já estavam a vibrar na 4ª dimensão e as espécies de insectos, plantas, pássaros e animais que podem vibrar de acordo com aquele nível da matéria e da consciência, e toda a matéria de que um planeta de 4ª dimensão é composto já é uma matéria híbrida, é composto por toda a matéria iniciada da Terra que fez a transição no portal e por jactos de luz que se condensam e são cristalizados vindos basicamente das Plêiades.

As Plêiades vão doar radiação para a construção das montanhas, vales, planícies, lagos, florestas da Nova Terra. A Nova Terra já é uma Terra pleiadiana no sentido em que grande parte da matéria que compõe a Nova Terra vem de um outro sistema solar.
»

André Louro de Almeida

Daqui.

Dicionário Místico: Sarim

· 12 comentários

Photobucket

Dedicado, em partes iguais:
à Shin Tau, zeladora do Conhecimento
à Hazel, zeladora da Bem-Aventurança

Parece que todos os anjos foram criados simultaneamente por Deus. Por isso, os anjos são seres imortais mas não eternos, já que a eternidade é um atributo exclusivo de Deus. No fim do Universo, quando se extinguirem todos os sóis e todas as estrelas e galáxias, os anjos também se extinguirão, mas enquanto o Universo existir, a sua existência é permanente.

No Antigo Testamento, os anjos são descritos como mensageiros do Senhor, seres sagrados ou celestiais, as hostes do Senhor ou hostes celestes. É frequente servirem de intermediários entre Deus e a humanidade.

Os anjos com mais poder no céu são conhecidos como Príncipes Angelicais e o seu título formal é Sarim. A lista que se segue, compilada por Gustav Davidson a partir de várias fontes, como o Testamento de Salomão e as obras de Jellinek, fornece-nos os nomes de vários Sarim ou Príncipes Angelicais. Estes espíritos poderosos são as estrelas mais brilhantes do firmamento dos anjos. Entre eles encontram-se os sete grandes arcanjos e o glorioso Metraton que, segundo uma tradição antiga, está sentado à direita do Trono do Deus.

Metraton — Conselheiro do Céu e Príncipe dos 7 arcanjos.
Miguel — Anjo Principal do Senhor, Ele que é como Deus.
Uriel — Anjo da Salvação e das riquezas da terra.
Rafael — Anjo da saúde e da sabedoria e regente do sol.
Gabriel — Anjo da anunciação e da misericórdia.
Anael — Anjo do amor e chefe dos Principados e das Virtudes.
Samael ou Camael — Anjo da justiça divina e chefe dos Potestades.
Raziel — Arauto de Deus e instrutor de Adão e da humanidade.
Sandalfon — Irmão gémeo de Metraton e anjo regente da Terra.
Zadkiel ou Tzadkiel — Anjo de Júpiter e da abundância.
Irin — Anjos gémeos que, com os Qaddisin, formam o Conselho Supremo da Corte Celestial. São a Corte Suprema de Deus e o seu juízo é perfeito.
Qaddisin — Anjos gémeos que regem a Corte Celestial em conjunto com os Irin. Estes quatro anjos são os mais poderosos dos Sete Céus.
Akatriel — Anjo que revela os mistérios divinos.
Anafiel — Chefe dos Querubins da Merkabah (carruagem divina). Há seis classes de anjos da Merkabah, que são os guardiães do trono de Deus.
Fanuel ou Raguiel — Príncipe da Divina Presença.
Jehoel — Anjo intermediário entre Deus e os seres humanos.
Raduriel ou Vretil — Anjo escrivão que escreve num grande livro tudo o que acontece no universo. Também é o chefe dos coros celestiais e o criador dos anjos menores.
Barakiel ou Baraiel — Chefe do coro dos Serafins e regente de Fevereiro.
Galgaliel — Anjo principal da roda do sol e um dos anjos principais da Merkabah.
Rikbiel — Um dos Príncipes Regentes da Merkabah.
Soferiel Mehayye — Em conjunto com Soferiel Memeth guarda o livro da vida e da morte e é, também, um dos anjos regentes da Merkabah.
Soferiel Memeth — Trabalha em conjunto com Soferiel Mehayye.
Soqed Hozi — Anjo que guarda a balança divina e as costas do Senhor. É outro dos anjos principais da Merkabah.
Chayyiel — Príncipe Regente dos Serafins.
Shemuil — Anjo intermediário entre as preces de Israel e os sete grandes arcanjos.
Suriel — Anjo instrutor de Moisés e um dos anjos da boa morte.
Zofiel ou Yofiel — Um dos Príncipes que guardam a Tora ou Lei Divina.
Azbugah — Um dos oito grandes anjos do Trono de Deus. É ele que reveste de rectidão as almas eleitas à sua chegada ao céu.
Yefefiah ou Dina — Anjo que instruiu Moisés nos mistérios da Cabala e um dos anjos da Tora.
Zagzagel — Anjo da sabedoria e da sarça ardente

Este blog vai encerrar ao público por 2 dias

23 de julho de 2009 · 23 comentários

Photobucket

Este blogue vai entrar amanhã em obras de infraestruturas e, por isso, vai ficar encerrado ao público durante 2 dias. Quando regressarmos, terá o mesmo aspecto que tem agora, pois o template apenas será refrescado, mantendo o mesmo design (que gosto muito), mas sem os problemas internos que actualmente está a provocar. Os amigos mais próximos irão notar uma diferença subtil. :) Até domingo. Bom fim-de-semana a todos.

'Entrevista-me' - perguntas e respostas

22 de julho de 2009 · 255 comentários


O Sol ingressou em Leão - 22 Julho 2009, às 17h35 (TMG).

Portanto, chegou o momento de cumprir o prometido: apresentar aos amigos e leitores a entrevista que me fizeram e que muito agradeço. Não vou esquecer esta coisa intensa e engraçada na minha vida. Nem imaginam como me sinto nervoso! Por ser longa, a entrevista foi dividida em 3 partes. Mais abaixo, pode clicar para aceder às perguntas e respostas. Se quiser comentar, peço-lhe que o faça neste post e, para facilitar-lhe essa tarefa, encontrará um linque directo para este post em cada uma das partes da entrevista. Todos os autores de blogues estão devidamente lincados.

Cova do Urso: 'Entrevista-me' - hiperligações

· 0 comentários

Cova do Urso: 'Entrevista-me' - perguntas e respostas
Isa Grou: Hoje é dia de confraternizar
Amor & Coentros: Super Moisty Chocolate Cake
Navegante do Infinito: Uma mega entrevista em um dia especial
Fuzil Cósmico: Na Cova do Urso

Eclipse Solar Total

21 de julho de 2009 · 52 comentários

Photobucket

Eclipse Solar total
22 Julho 2009
- 2:35:21 em Portugal (4 horas menos no Brasil)
Sol Tropical: 29º 26' 35'' de Cancer / Caranguejo

Os apontamentos soltos que a seguir apresento, foram recolhidos em informações prestadas pelo astrólogo Boris Cristoff, em Montevideu, 19 Julho 2009.

«É só uma pequena falta de Sol,
uma pequena falta de vida.»


Durará 6 minutos e 39 segundos. Isto quer dizer que a desvitalização deste eclipse durará até 2015, abrangendo a área do nosso planeta por onde o cone de sombra passar. São 6 anos para constatarmos as consequências deste eclipse solar de grande magnitude. Período de risco acentuado: 22/07/2009 a 15/09/2009. É o maior eclipse deste século. O próximo eclipse solar total e tão prolongado como este só está previsto para 13 Junho 2132.

O cone de sombra do eclipse abrange a parte norte da Índia, Banglash, Nepal, Butão, centro da China até Shangai, as ilhas ao sul do Japão, Burma, ilhas Marshal, Ryukyu e Ryukyu e termina na metade do oceano Pacífico, afectando todos os arquipélagos da região. 7 grandes cidades estão contempladas no eclipse. De forma parcial, o eclipse será visto no sudoeste da Ásia.

Úrano, o planeta dos terramotos por excelência, recebe 3 aspectos desafiantes de Plutão, Vénus e Saturno. Outros significados em potencial: paralização de actividades, destruição de imóveis ou valores sólidos, fome e mortes. Além de terramotos, podem acontecer outros eventos uranianos como tornados, tormentas, deslizamentos e inundações.

Pode acompanhar o eclipse na internet no site
www.eclipsesolar.es

Sobre este eclipse, mas a nível dos signos solares, leia o texto do Marcelo Dalla, no seu blog, clicando aqui.

A propósito da ida do homem à Lua

20 de julho de 2009 · 36 comentários

Photobucket

A propósito de hoje (20 Julho) se ter comemorado os 40 anos da ida do homem à Lua, em 1969, resolvi deixar aqui alguns apontamentos.

Nesse ano tinha eu 20, fiquei apto para o serviço militar, tendo lá estado mais de 3 anos em situação de guerra colonial. Portugal, nessa época tinha serviço militar obrigatório. Hoje, não é obrigatório. Uma evolução tremenda.

Nesse ano, o nosso país era regido por uma ditadura. Hoje, vivemos em democracia. Uma evolução tremenda.

Naquele ano, havia numerosas colónias submetidas a países europeus. Hoje, a maioria desses territórios são Estados independentes. Uma evolução tremenda.

Hoje há mais educação e mais saúde para uma parte significativa da humanidade. Uma evolução tremenda.

Tudo isto aconteceu porque no coração do Homem existe Amor.

Poderia continuar a enumerar os saltos qualitativos da humanidade. Também sei que ainda há muito a fazer para que a evolução desta humanidade dê saltos maiores. Lá chegaremos, bastante depressa, diga-se.

A caminho da unidade amorosa. Sempre em frente e para o Alto.

Avatar Espiritual

· 40 comentários

covadourso

«Entretanto, todos os Avatares ou Salvadores mundiais expressam dois incentivos básicos: a necessidade de Deus de fazer contato com a humanidade e relacionar-se com os homens, e a necessidade que tem a humanidade de entrar em contato com a divindade e ser ajudada e compreendida por ela. Sujeitos a estes incentivos, todos os verdadeiros Avatares são, portanto, intermediários divinos.

Podem atuar desta maneira, porque já se emanciparam, inteiramente, de toda limitação e sentimento de egoísmo e separatividade; de vez que já não são, conforme os padrões humanos comuns, o centro dramático de Suas vidas, como o somos, em maioria. Quando atingem essa etapa de descentralização espiritual, podem converter-se em acontecimentos na vida de nosso planeta; todos os olhos podem dirigir suas vistas para Eles e todos os homens podem ser por Eles influenciados.

Por isso, um Avatar ou um Cristo aparece por duas razões: uma, a Causa incógnita e inescrutável que O impele a fazê-lo, e a outra, a demanda ou invocação da própria humanidade. Um Avatar é, por conseguinte, um acontecimento espiritual, que ocorre para produzir grandes mudanças e restaurações, a fim de inaugurar uma nova civilização ou restabelecer "antigas demarcações" e aproximar o homem de Deus.

Têm sido Eles descritos como "homens extraordinários, que aparecem de vez em quando, para mudar a face do mundo e inaugurar uma nova era, nos destinos da humanidade". Vêm em momentos de crise; freqüentemente criam crises, a fim de pôr termo ao antigo e indesejável, preparando o caminho no sentido de que haja formas novas e mais apropriadas para a evolucionante vida de Deus Imanente na Natureza. Aparecem, unicamente, quando o mal predomina; ainda que seja somente por esta razão, podemos, na atualidade, esperar um Avatar. O cenário adequado para o reaparecimento do Cristo já está preparado.»

Eu Sou Djwal Khul

Daqui

Limpeza

19 de julho de 2009 · 26 comentários

Estamos ocupados na limpeza dos sofás e cadeiras para recebermos os amigos à 'minha' entrevista - dia 22 Julho, às 17h35 (Portugal) - 13h35 (Brasil), exactamente quando o Sol ingressar em Leão. Apareça, tem buffet livre.

Aurelia Jones

· 17 comentários

autor

Aurelia Jones juntou-se no passado dia 12 Julho, às 11:09 am, à sua amada família espiritual em Telos. Terminou assim, a sua missão neste planeta tridimensional, como mensageira de Adama, Sumo-Sacerdote de Telos, divulgando com muito êxito, os seus ensinamentos lemurianos.

Aurelia, nem imaginas o importante que foi para mim conhecer-te em Madrid, em 2005. Foste de uma enorme generosidade, quando me ajudaste a resgatar muitas partes de mim aprisionadas em zona Antárctida. Cumpri-me na viagem que lá fiz nesse mesmo ano.

Até breve, Aurelia, irmã lemuriana.

Sua vida e obra, aqui.

Meu contributo para a divulgação lemuriana:



anjodourado

Top Top - Pintinho acredita

18 de julho de 2009 · 24 comentários

covadourso

Fui parar ao blogue «Pintinho Acredita» e nem sei o que chamou a atenção. Parei e comecei a ler. Percebi que é um blogue que nasceu para cumprir uma missão - contar em 5 dias, a história do Pintinho.

O primeiro post é de 3 Março 2009 e diz apenas isto: «O Pintinho é um homem do povo». O último post é de 8 Março 2009. Uma semana de uma terça a domingo.

«Pintinho é um homem global. Em tempos de crise, para o Pintinho, qualquer buraco é uma trincheira.»

Muito bem escrito. Com um cerrado humor negro que aprecio. Em simultâneo, encontramos uma candura inesperada. Um dos melhores blogues que li em toda a vida.

Não sei quem és, Pintinho, mas acredito em ti.


O futebolista Fernando Mendes

17 de julho de 2009 · 20 comentários

jogo sujo

Este é um exemplo típico do trânsito de Úrano em oposição a Úrano natal: a individualização. Todas as pessoas passam por este trânsito algures entre os 39 e 42 anos.

É o caso do ex-futebolista português Fernando Mendes (5-Nov-1966) que, aos 42 anos, volta a ser notícia por ter publicado o livro «Jogo Sujo», onde traça o seu percurso profissional e assume, na primeira pessoa, o consumo de substâncias proibidas, em diversas ocasiões. Nas suas palavras, era prática corrente, embora não generalizada, no futebol português dos anos 90.

Convém recordar que um livro não aparece de repente.
Antes de mais, é preciso ter a ideia de o fazer, depois escrevê-lo, editá-lo e publicá-lo. Durante todo este processo Fernando Mendes tem estado sob a pressão deste trânsito.

Carreira profissional: Sporting (de 1985 a 1989), Benfica (de 1989 a 1991), Boavista (1991/92), Benfica (1992/93), E. Amadora (1993/94), Boavista (1994/95), Belenenses (1995/96), F.C. Porto (1996 a 1999), Belenenses (1999/2000), V. Setúbal (2000 a 2002)
.

Para os mais crescidos: recordem-se do que ocorreu na vossa vida entre os 39 e 42 anos.

Marte em Gémeos ou pela boca morrer o peixe

16 de julho de 2009 · 50 comentários

Photobucket



Já que estamos na blogoesfera, vamos assistir a muita conversa, muito movimento mental, muitas certezas, muitas bobagens nos blogues. Também, alguma [ou muita] agressividade. Vamos perceber a existência de muitas críticas [do género 'eu é que sei'] e será uma altura excelente para percebermos a solidez de conceitos e a forma como usamos as palavras. Enquanto que no comum das pessoas, isso será apreciado apenas pelo inner circle, com os bloguistas a coisa vai piar mais fino, pois estamos demasiado expostos.

As 'palavras' pertencem ao domínio de Gémeos, portanto, é a altura ideal para cuidarmos disto, até porque todos presumimos de escrevermos para sermos lidos. A ferramenta é a «palavra». Se alguém disser que não escreve no seu blogue para ser lido, é caso para perguntar se tem o blogue disponível aos leitores ou se, pelo contrário, está encerrado a visitantes. Se estiver encerrado aos visitantes, então estarei de acordo que não escreve para ser lido/a.

Nesta passagem de Marte por Gémeos, a necessidade de falar [ou escrever] vai ser maior e, portanto, as possibilidades de algumas das nossas debilidades virem ao cima serão maiores. Debilidades como uma certa falta de clareza de pensamento, de informação, de cultura serão mais notórias. Iremos perceber uma tendência a associações de palavras indevidas e os seus autores nem se aperceberão que estarão a criar imagens e egrégoras que não correspondem ao que é apropriado, além de poderem influenciar os seus leitores menos informados.

Lembrei-me, por exemplo, do quanto é comum, associar-se à palavra 'amor', outras que têm sentidos diferentes, como sejam: 'parceiro/a', 'marido/mulher', 'casal', 'casamento', 'namoro', 'namorado/a', 'companheiro/a', 'sexo', 'relacionamento', etc. Isto é um mero exemplo em como podemos derrapar com facilidade. Não são sinónimos. Parecem, mas não são. Sendo estas palavras diferentes, com significados próprios, pode-se achar que tudo significa 'amor'.

Por exemplo, em astrologia ou textos astrológicos, esta ausência de prudência e de conhecimento dos significados reais das palavras, pode gerar equívocos desnecessários. Na verdade, cada uma das palavras acima tem um local próprio de expressão num mapa astrológico. Usemos de bom senso. Não facilitemos. Não criemos carma desnecessário. Vigiemos a nossa escrita, deixando-a repousar e antes de publicar, deve ser relida e afinada.

As mentes estarão mais activas e muito mais críticas, notando-se um maior gosto pelo debate e discussões intelectuais. Este post é uma prova do que falo. É preciso cuidar do nosso pensamento durante este período em que Marte transita por Gémeos, pois faltando alguma perseverança, com facilidade se poderá cair em extremos desnecessários. A irritabilidade pode subir com facilidade. A engenhosidade e a habilidade são típicas deste movimento marciano. Convém afastar o sarcasmo e grosseria, muito propensos nestas ocasiões.

Isto não passa de uma análise geral, pois é necessário ter em conta o estado celeste do nosso Marte natal, além de se ter que verificar com atenção em que casas do nosso mapa é que este Marte em Gémeos irá transitar.

Em síntese: se na casa 1, poderão ficar salientes as questões da personalidade, afectando quase todo o mapa natal; na casa 2, vai tratar das questões financeiras e mais materiais; na casa 3, a comunicação estará em alta; na casa 4, a família e o nosso lar; na casa 5, estarão em foco a criatividade e os assuntos amorosos e desportivos; na casa 6, os assuntos do nosso trabalho rotineiro e tudo o que isso implica e também as questões de saúde; na casa 7, as parcerias, os sócios, os casais; na casa 8, virão oa de cima, os assuntos sexuais e de justiça; na casa 9, os assuntos elevados terão preponderância; na casa 10, a carreira e o reconhecimento dos outros; na casa 11, os amigos, os grupos, o horizonte; na casa 12, o que nos prende, nos tolhe, nos deixa inertes, mas também a ligação ao que é interno.

Este movimento marciano pretende efectuar a limpeza de memórias cármicas associadas ao reino mental. É a altura ideal para tentarmos ter maior cuidado com o que se pensa, o que se diz, o que se escreve, o que se comenta. O pensamento tem uma força tremenda e é co-criador, para o bem ou para o mal. Aproveitemos a oportunidade (que só voltará a acontecer daqui por 2 anos) para procedermos à limpeza dessas memórias cármicas em que fomos descuidados com a palavra, com o pensamento.

Conhecem esta frase: «Pela boca morrer o peixe.»? Este é o carma a limpar, a cuidar. Obviamente, este texto saiu para eu próprio aprender com ele.

London 2012 Open Wekkend - Venha à festa

· 2 comentários

london2012

Que é o 'London 2012 Open Wekkend'? É um mega evento anual que decorre em toda a Inglaterra, para celebrar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Verão, que se realizarão em 2012, em Londres. Um mega evento levado a cabo pelas entidades que estão a organizar os Jogos Olímpicos - London 2012. Realiza-se de 24 a 26 Julho. [veja mais aqui]

É um momento de união, é a oportunidade para todas as pessoas mostrarem inspiradamente, que fazem parte do mais celebrado encontro mundial: os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Haverá muita festa: desporto, festivais de rua, moda, filmes, vídeo,digital, arquitectura, ciência, música, performing arts, etc. [ver aqui]

Veja aqui o vídeo do evento realizado em 2008. É disto que se trata. Foram 700.000 pessoas envolvidas em 655 eventos ocorridos por toda a Inglaterra. Este ano será muito mais.

À semelhança do que fiz com os Jogos Olímpicos em Pequim 2008, tenciono na altura analisar mapas astrológicos de atletas e outros eventos. [ver aqui os artigos no Cova do Urso sobre os Jogos Olímpicos]


Entrevista a Magda Moita, do «Fuzil Cósmico»

14 de julho de 2009 · 108 comentários

magda

Clique no título, na barra vermelha, para abrir toda a entrevista.


Fazer uma introdução à entrevista da Magda não é nada fácil para mim, por isso serei bastante comedido. Porque somos amigos, colegas e parceiros de um projecto há vários anos. A Magda Moita é co-criadora e co-administradora do nosso site «Escola de Astrologia Nova-Lis».

Como ceramista, a Magda desenvolve um projecto de autor em atelier próprio na Foz do Arelho. Aceita encomendas de esculturas, ofertas de representação, cerâmica utilitária e decorativa, revestimentos cerâmicos e painéis temáticos.

Enquanto astróloga, dá consultas presenciais de astrologia cármica e espiritual e, em casos especiais, também o faz por telefone, quando o consultante não tem disponibilidade para se dirigir ao local de consulta. Veja aqui onde a Magda dá consultas. Aproveite e leia sobre ela própria.


magda


[Os leitores podem clicar nos nomes dos blogues a encarnado para os conhecerem.]

Porque decidiste criar o teu blogue? Podes contar a tua história? Tens objectivos? A que nichos se destinam? Qual o teu prazer e alegria em blogar? Queres desenvolver estes tópicos?
Sempre gostei de escrever, mas nunca tinha pensado em tornar públicos os meus pensamentos. A dada altura tu, António, sugeriste que criasse um blog e então comecei a escrever artigos com essa intenção em Abril de 2006. Porém, com as trocas de layout, o primeiro artigo data de 8 de Agosto do mesmo ano. A escolha do nome foi um processo encantador, que descrevo algures num dos posts, e é a síntese, a razão de existir do meu blog: Fuzil Cósmico, a porção de cosmos que se produz através de mim.
Um fuzil pode ser um elo, ou anel (de cadeia), uma peça de aço com que se tira lume da pederneira, um relâmpago e é isso que o meu blog pretende ser: um elo de uma cadeia de blogs que trabalha com o intuito de partilhar conhecimento, alegrias, tristezas, alegorias vivenciais; uma peça de aço com que se tira lume da pederneira, porque muitas vezes as nossas experiências pessoais funcionam com motores propulsores que incentivam e activam experiências na vida de quem connosco se cruza; um relâmpago que descarrega amor.
Porquê “Fuzil Cósmico”? Porque o Ser Humano funciona como um elo, entre a sua Supra Mónada e as suas acções aqui no Planeta Terra, o foco energético que aqui sustenta. É como uma espécie de anel na cadeia que existe entre todos os seus corpos.
É um clarão quando, mesmo que só por breves momentos, permite que a sua luz interna, a sua divindade se manifeste e funcione como um foco luminoso. É um Sol sem sombra, evoluído, um ser que transcende consicencialmente as leis da materialidade que o limitam. Um Ser Sintonizado com as suas consciências que habitam em outras realidades dimensionais.
Peça de aço para fazer lume, quando recebe um determinado estímulo interno, sintonizado com uma consciência superior, escolhe levar a cabo a experiência sugerida e o efeito produzido traduz-se em expansão do universo, através da evolução da sua própria consciência.
Uma porção de cosmos que se produz através de mim, porque senti o impulso interno de manifestar os meus pensamentos, emoções e sentimentos, senti vontade de partilhar as minhas experiências.
Nada disto teria sido possível se não fosse o teu “empurrão”, a tua coragem impulsionadora, que sempre confiou no meu potencial mesmo quando eu não confiava, e claro se não fosse o Fred, o nosso incansável amigo informático.
Criei este blog com o objectivo de divulgar o meu trabalho como Astróloga e como Ceramista. Contudo, os anos foram passando e o meu blog tornou-se, para além de um meio de publicitar o meu trabalho, um diário vivo, onde partilho com os meus amigos cibernéticos as minhas experiências e tenho o imenso prazer de receber os seus feed backs.
Não criei este blog para nenhum nicho em especial mas sim para todos aqueles que sentirem vontade e o prazer de me ler.
O teu blogue trata de uns temas bastante variados. Usas o blogue para dares a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolves ou é apenas uma forma de te expressar? Como escolhes os temas que habitualmente desenvolves?
Os temas que desenvolvo no blog surgem de acordo com as experiências que estou a viver no momento, nomeadamente os textos astrológicos, por exemplo, emergem de acordo com a tipologia de clientes que se apresentam, que normalmente surgem nas minhas consultas em blocos.
Sempre que uma experiência, um pensamento, um sentimento, uma emoção ou uma simples leitura é importante para mim, eu partilho-a através do blog.
Que fizeste (ou fazes) para dar a conhecer o teu blogue e tentares atingir o sucesso com ele?
Habitualmente visito outras casas cibernéticas, deixo comentário quando me identifico com o conteúdo e os autores retribuem quando o sentimento é recíproco. Para além disso, quando alguém se identifica com o meu discurso convido-o a visitar o meu templo cibernético, bem como a Escola de Astrologia Nova-Lis, passando a mensagem “boca a boca”.
Depois, como tu és um perito nestas artes do blog, tenho seguido os teus conselhos usando Twitter, Facebook, Blog Catalog, Astrology Blogger, mas confesso que ainda estou muito crua nestas artes de divulgação por estes meios.
Os comentários dos teus leitores são importantes para ti? Interages com eles? Retribuis os comentários?
Claro que sim, até porque alguns dos meus leitores são meus amigos. Procuro responder com a maior brevidade possível, se bem que nem sempre consigo por questões profissionais e pessoais.
O espaço para comentar no meu blog é livre, e qualquer um pode fazê-lo sem que haja selecção prévia.
Quais os blogues que mais aprecias (independentemente do nicho a que pertencem) e qual foi a lição que aprendeste com eles?
Visito diversos blogues e dos mais variados temas. Tenho preferência por blogues em Português e Espanhol. Apesar de preferir blogues sobre Astrologia e Arte, aprecio também blogues que tratem de medicina Humana ou Animal, blogues que me façam rir, sentir, sonhar… São vastos os blogues que visito, se bem que aqueles a que vou com mais frequência estejam lincados no meu blogue.
Depois há aqueles que visito invariavelmente todos os dias, nem que seja para dar uma vista de olhos:
O teu blog, Cova do Urso, a qualquer hora, onde se aprende sempre e imenso sobre os mais diversos temas; Navegante do Infinito e os restantes blogues da minha querida Astrid, normalmente recebo os seus post através de e-mail, aqui oiço a sua voz e por vezes o eco de mim própria; Astrologicamente onde habitualmente vou de manhã bem cedo, aprendendo imenso com a prática de astrologia que aqui se lê; Fada Moranga onde me delicio com as cores; Blog de Alma, onde treino o Castelhano e me regalo com os poemas e pensamentos; BandarraVet onde aprendo sobre animais.
É possível fazer amizades na blogoesfera?
Claro que sim! Na blogoesfera tenho feito algumas grandes e profundas amizades. Mesmo não tendo nunca estado com estas almas companheiras fisicamente, reconheço-as como irmãs. Como é o caso, por exemplo, da minha querida Astrid, com a qual encontro uma enorme sincronicidade e empatia. Quando a leio sinto que oiço a sua voz.
No caso da Maria Paula e da Ana Cristina foi um prazer conhecê-las pessoalmente e devo dizer-vos que não me desiludi.
Essa história de fazer amigos na net, como hoje tão comummente é habitual ouvir falar, nunca fez o meu género, por isso a princípio fazia-me um pouco de confusão. Talvez porque os meus primeiros amigos na internet já eram amigos pessoais. Hoje tenho uma perspectiva completamente diferente e estou aberta a novos encontros, assim como gostaria imenso de poder visitar alguns dos meus amigos cibernéticos que fisicamente estão separados por um vasto oceano.
Magda, um beijinho e muito obrigado.

Tito Van Grogue

· 22 comentários

Van Grogue

Ontem tive o último dia de consultas de astrologia, da temporada 2008-2009. Por causa do Verão no nosso Hemisfério Norte, retomaremos essa actividade na segunda quinzena de Setembro. Como também sou filho de Deus, é necessário um descanso do trabalho astrológico.

Para comemorarmos o sucesso desta temporada, os donos do centro 'Cristal de Cura', a Luisa Sal e o José Carreira convidaram-me a jantar no «Tito Van Grogue», que eu ainda não conhecia. Fiquei encantado com o local e com o jantar. O José e eu fomos por um soberbo arroz de pato em cama de couve portuguesa estufada. Muito bom. Acompanhado de sumo de ananás, para mim. A Luísa, como é vegetariana, comeu pasta de espinafres.

O local é muito especial. É mais bar que restaurante, por isso, recomenda-se que se reserve mesa para jantar. Como o local é enorme [mais de 1.000 m2], janta-se com sossego, pois só mais tarde é que aparecem as pessoas para o bar.

Organizam festas temáticas, sobretudo de natureza esotérica, palestras, actividades afins. Muito interessante. E espaços não faltam: a sala Vénus, a sala Júpiter, Saturno, Planeta +, Alquimia dos Alimentos e Galileu. Muito astrológico! O cão que se vê na foto é o Boy, anda por ali a conviver com as pessoas. É muito simpático e lindo.

Fotos aqui e aqui.

Tito Van Grogue

Rua D. João V, nº 10 - Sobreiro - Mafra - Portugal
Tel. para reservas para festas ou jantar: 916196369
Email: tito.vangrogue @hotmail.com
Site aqui.
Blogue do Tito, o dono do «Van Grogue», onde deixa os seus pensamentos e citações. Tudo muito esotérico e metafísico. Aqui.

Problemas ténicos no seu blog?

· 6 comentários

Photobucket

Se tem um blogue do blogspot.com e ainda usa o Internet Explorer e se está a ter problemas com o seu espaço, vale a pena ler este artigo do Dicas Blogger e os respectivos comentários, que são muito elucidativos.

Quem usa o Mozilla Firefox não costuma ter esses problemas.

Photobucket

Fazer download para o português de Portugal.
Fazer download para o português do Brasil.

O conselho é o mesmo para não tem blogue,
pois vai facilitar a sua vida.

Vínculos eróticos e amorosos

12 de julho de 2009 · 59 comentários

Beckham

David & Victoria Beckham para a campanha Outono/Inverno 2009/2010 da
'Emporio Armani - underweare'.
SoChic! So posh! Aqui.
Veja o vídeo da produção, aqui.

Há ocasiões na nossa vida que os vínculos eróticos e amorosos são desafiados a se manifestarem a partir do ‘exterior’. Ou seja, estamos muito tranquilos no nosso relacionamento, sem pensar ou sentir nada de especial nesta matéria e quase de súbito aparece alguém que nos desafia. Pode ser o/a companheiro/a ou alguém fora da parceria. São momentos poderosos.

Se esta situação dá-se dentro da relação, o casal poderá assumir em conjunto o desafio e darem um brilho especial às questões erótica e amorosa. Se vem de fora da relação, bom… deveria ser o momento adequado para se respirar fundo e tomar decisões, mesmo que fossem dolorosas.

O desafio exterior, o que vem de fora do casal, apresenta-se de forma intensa, exercendo uma atracção profunda, quase como aquela velha ideia do ‘amor impossível’, onde abundam a revelação de segredos que inquietam, normalmente bem embrulhados em enganos, desenganos, ilusões e desilusões.

Uma coisa é certa: quem vivencia esta experiência erótico-amorosa, vai também enfrentar uma situação onde a nossa capacidade de amar é posta à prova. Em que esta capacidade de amar é profundamente desafiada. Este desafio pode tornar-se obsessivo e confundirmos amor e sexo.

É nesta fase dos relacionamentos que habitualmente tomamos as decisões menos apropriadas para aquele momento. Os vínculos que mencionei acima podem não coincidir. A vivência erótico/sexual e a vivência amorosa podem não coincidir. Ora, isto desvia a nossa atenção do que é fundamental e importante. É o velho binómio entre ‘desejo’ e ‘amor’.

Pronto, quando chegamos a este ponto já arranjámos um problema bastante sério para a nossa vida. As emoções transbordam. Não pretendo apresentar soluções, porque não sei como se resolvem estes casos, nem dar sentenças moralistas.

Como devem ter percebido, estou a falar da natureza importante do trânsito desafiante de Plutão à Vénus no nosso mapa natal. Claro que há muito mais a dizer sobre este tema e outros, característicos deste trânsito.

31 de julho de 2009

A minha viagem de sonho virtual: Argentina, Ruta 40 [roteiros de sonho]

Se quer ver todo o post, clique mais abaixo em 'Leia mais...'

Para este fim-de-semana deixo-vos a minha viagem de sonho virtual: «Ruta Nacional 40», a oeste da Argentina, desde Cabo Virgenes [Sul - Km 0], na província de Santa Cruz, o ponto mais austral deste país até à cidade fronteiriça La Quiaca, na província de Jujuy [norte]. De ponta a ponta, a Ruta 40 tem uma extensão superior a 5.000 kms e é paralela à cordilheira dos Andes. Portanto, atravessa a Patagónia argentina em cerca de 2.700 km.


A «Ruta 40» une 11 províncias, cruza 236 pontes, passa por 13 grandes lagos e 18 rios importantes e serve de acesso a 5 patrimónios da humanidade e 20 parques nacionais e reservas naturais, ao longo de 27 enormes cordilheiras.






Curta metragem turística, que percorre a «Ruta Nacional 40».

Sem dúvida, a principal atracção da Rota 40 são as fases menos hospitaleiras do caminho, do ambiente e da atmosfera, as grandes extensões em que a estrada é de cascalho, apesar de já haver alguns milhares de quilómetros pavimentados.

Podem-se percorrer centenas de quilómetros sem uma estação de serviço ou de alojamento tendo apenas como companhia as belas paisagens que são de cortar a respiração.

Alto Rio Senguer

Esquel

Fitz Roy

Cañadón de la Mosca

Lago Nahuel Huapi

Imensidão da rota 40

Glaciar Perito Moreno

San Carlos de Bariloche
Telken

Mapa da Rota 40

Bom fim-de-semana.








.

30 de julho de 2009

Sabe o que é 'colonialismo climático'?


Clique na imagem para aumentá-la.

Vale a pena ler no blogue «A Escada de Penrose», de Rui Herbon.
[clique aqui]

O Amarelo é Verão

O amarelo é:

Atracção, charme, confiança, hipnose, fascinação.
Alegria, intelecto, comunicação, viagem, cativação.
Anjos do ar, signo do Leão, o Sol, Mercúrio (pálido).


Correspondências:

Energia, vontade, vitalidade, propósito,
purificação, sangue, Sol, desertos.

Direcção: Sul

Cores associadas: Encarnado, dourado, laranjas, branco.



Deusas pagãs: Brígida, Vesta, Bast, Sekhmet, Pele.

Deuses pagãos: Vulcão, Horus, Ra, Agni, Ea, Llyr.

Elementais da natureza: Salamandras.



Anjo: Miguel.

Signos do Zodíaco: Carneiro, Leão, Sagitário.

Estação: Verão.



Tempo do dia: Meio-dia.

Sentido: Vista.

Animais: Dragões, leões, cavalos.


Ferramentas para rituais: Varinha e velas.

Plantas: Alho, pimentos cebolas, mostarda.

Árvores: Amendoeira em flor.



Pedras ou jóias: Opala, ágata, rubi, obsidiana.

Incenso: Olíbano.



[Antes que me perguntem: as ilustrações escolhidas
não têm nenhuma relação com o texto.]

29 de julho de 2009

Neptuno, o criador dos transtornos dos planos materiais

Os trânsitos de Neptuno são os mais subtis de todos. São tão subtis e ocultos que o dono do mapa tarda muito em reconhecer os seus efeitos. Uma técnica para avaliarmos o trânsito de Neptuno é analisarmos o seu posicionamento completo no mapa natal. É a chave oculta da personalidade e do rumo que a vida toma.

A natureza dos planetas que Neptuno contacta no seu trânsito (quer em aspectos facilitadores ou desafiantes), mais a época da vida da pessoa em que ocorre o contacto, proporcionarão as chaves mestras sobre o desenvolvimento interno e externo do carácter. Nem todas as pessoas percebem Neptuno do mesmo modo; algumas pessoas não o percebem externamente, mas as vibrações estão ali, bem disponíveis no inconsciente, trabalhando para dissolver o ego e libertá-lo.

Os nossos sonhos e ideias mudam ao longo dos anos. Trata-se de Neptuno e dos seus movimentos secretos. Neptuno, regente da décima segunda casa (que trata do auto-apoio e da auto-anulação), é um dos Senhores do Carma.

Quanto mais nos apoiamos no ‘eu’ da personalidade, menos ele existe. Vai desaparecendo. A vontade não será coisa nenhuma, até que queira ser nada. Se Úrano cuida da Vontade, Neptuno trata de a anular, pois é o planeta da obrigação e do sacrifício.

Neptuno é o Pai Natal cósmico, pois tudo aquilo que damos, retorna a nós em duplicado ou em centuplicado. Isto das ‘medidas’ é uma coisa da mente. É o famoso segredo. Quanto mais se dá, mais se recebe. É uma Lei superior. Todos os pensamentos, sentimentos e acções emitidos, voltam ao seu ponto de origem. Para abençoar ou para queimar. Se o que se emite é negativo, que é que se recebe? Pois. Como Lei superior, simplesmente, cumpre-se. Esta é uma das representações de Neptuno, como Senhor do Carma


Neptuno é o criador dos transtornos dos planos mais materiais. Cria uma névoa emocional quando está ligado a Vénus. A personalidade deve afastar-se quando está associado com a Lua. A mente fica enevoada quando o contacto é com Mercúrio. A vontade e o ego dissolvem-se quando contacta com o Sol. Provoca desvitalização da energia, quando aspecta Marte.

28 de julho de 2009

Dicionário Místico: Apocalipse ou Revelação Divina


O livro do Apocalipse (chamado também 'Apocalipse de São João', pelos católicos e ortodoxos, e 'Apocalipse de João', pelos protestantes, ou ainda Revelação a João) é um livro da «Bíblia» — um dos livros sagrados da humanidade.

A palavra 'apocalipse' significa, em grego, "Revelação". Um "apocalipse", na terminologia do judaísmo e do cristianismo, é a revelação divina de coisas que até então permaneciam secretas, até serem reveladas a um profeta. Hoje utilizaríamos a palavra 'canalização'.

Devido ao facto de, na maioria das bíblias em língua portuguesa se usar o título 'Apocalipse' e não 'Revelação', o verdadeiro significado da palavra foi ficando obscuro, sendo entendido popularmente como sinónimo de "fim do mundo". O que não é correcto.

Pouco há a fazer, pois esta ligação de 'apocalipse' a 'fim do mundo' ficou verdadeiramente instalada na matrix negativa da psique colectiva da humanidade, provocando medo. Só há uma forma de combater este medo atávico: confiar no que é divino.

Por outro lado, como ainda existe (até em alguns meios esotéricos e espirituais) a concepção de um Deus pessoal e castigador, ficamos mergulhados na energia do 'medo', mesmo de forma inconsciente.

Na verdade, o que a mente do ser humano traduz é bem simples: medo à morte. É uma enorme teia criada pela matrix negativada na nossa psique. Temos que nos desembaraçar destas ideias deixando o coração falar. Quando ele fala, tudo se torna mais luminoso.

Algumas pessoas defendem que o facto de várias civilizações no mundo terem apresentado narrações apocalípticas sugere que estas têm uma origem comum e ancestral que foi sendo deturpada pela transmissão oral. Hoje, vale o que vale.

Maria Izabel Viegas


Maria Izabel Viegas é Terapeuta de Vidas Passadas. E astróloga.

Conheçam o seu projecto global:

Despertar das Memórias
[Um blogue exclusivo onde responde a perguntas sobre TVP]

Memórias de Vidas Passadas
[Onde escreve sobre temas espirituais]

Viajantes na Linha do Tempo
[Seu blogue mais antigo e pioneiro nestas andanças]

Seu e-mail: izabelviegas@gmail.com


Abraço, Maria Izabel.

SIMplex

A 20 de Julho arrancou este blog, que já estou a seguir, com o objectivo de contribuir para a vitória do PS. Informação aos meus amigo dos Brasil: em Setembro teremos eleições legislativas em Portugal.

27 de julho de 2009

Dicionário Místico: Nova Jerusalém

Photobucket

Sempre me fascinou o conceito de «Nova Jerusalém». Desde muito antes de ser popularizado pelas canalizações de Kryon, através de Lee Carol. Desde o tempo em que ainda se acreditava em 'céu' e 'inferno'. Posso garantir-vos que deixei de acreditar nisso há dezenas de anos. Desde os tempos em que parte das minhas leituras passavam por santos e filósofos, teólogos e livros sagrados. Foi sempre um fascínio, uma atracção, qual vórtice que me encaminhava para a expressão «Nova Jerusalém».

Hoje, muitos de nós sabemos que o 'céu' é o local para onde se encaminha o nosso planeta ao migrar para outras dimensões. Portanto, a próxima localização deste planeta será em «Nova Jerusalém». Por isso, nunca tanta gente tem trabalhado intensamente o chacra do coração. É uma promessa.

Kryon, numa das suas canalizações, afirmou: «A Terra assumirá uma nova tarefa. Como milhões de formas de vida do universo físico, este planeta acabará por se unir a muitos dos outros planetas. O potencial é grande, e este é um novo plano que não é imediato, mas sim um plano ao qual todos teremos capacidade de voltar. Este novo plano acabará por nos levar a uma energia que está sendo chamada de a Nova Jerusalém. Será nesta época que acabaremos conhecendo "oficialmente" outras formas de vida.»

Sabem, isto de oficialmente podermos vir a conhecer outras formas de vida, sempre me pareceu fantástico. Soa a ficção científica, mas é assim que para mim a coisa faz sentido. Deve ser do meu Júpiter em Aquário na Casa 9. Faz todo o sentido, porque não acredito que estamos sós neste universo. Tão simples como isto. E agrada-me muito a ideia de poder conviver com outros povos, que não sejam deste planeta.

«Nova Jerusalém», sempre foi uma promessa do Céu. Nova Jerusalém é um conceito urbano do céu. Que moderno estou, a explicar assim! Ao contrário do paraíso simples e natural descrito em textos bíblicos, onde a Nova Jerusalém acarretava imagens de torres em flechas de ouro, paredes douradas e mansões cobertas de jóias. Era assim que os antigos viam esta Nova Jerusalém.

Imagine: já no século nove, a verbalização duma tão cosmopolita corte (Nova Jerusalém) passou a constar dos cânticos dos monges, de acordo com a maneira como imaginavam o paraíso cristão na época.

O conceito de um lugar sagrado e resplandecente (Nova Jerusalém) tem a sua origem no Antigo Testamento hebraico, em passagens que prevêem uma cidade gloriosa de intermináveis alegrias. Mais tarde, no texto «Apocalipse», São João descreve que "estarão revestidas de ouro e jóias". "E eu, João, vi a cidade santa, Nova Jerusalém vindo de Deus para fora do céu, preparada como uma noiva adornada para o esposo." (Apoc. 21:1-3). Este tornou-se desde então o tópico de um debate contencioso entre clérigos e críticos.

O escritor cristão São Paulo também descreve nos seus escritos uma cidade. Uma das suas cartas aos primeiros cristãos oferece aos seguidores a cidadania na eternidade do paraíso, onde habitarão com Deus. Esta imagem dos manuscritos é um bem demarcado abandono de outras noções de paraíso como jardim bucólico de maravilhas naturais, onde abundam prados exuberantes, regatos de cristal e flores perfumadas.

As linguagens foram mudando ao longo dos séculos, e os ensinamentos hoje são mais claros e transparentes. É necessário cuidar deste planeta e de nós mesmos, para podermos perceber que estamos juntos nesta experiência multidimensional.

O divinoporto levar-nos-á a caminho de «Nova Jerusalém».

Um selo bonito


Muito agradecido pelo selo oferecido pela Ângela,
do «Entremeio». [clicar]
Veja aqui todos os selos recebidos.

Regras: Oferecer este selo a 10 blogues. E avisá-los disso.

Um abraço aos autores destes blogues:
Makyarim
Blog'Arte
BandarraVet
NAVE Azul
Astros e Estrelas
Holy Venus
Astropost
Casa Claridade
Aprendiz de Feiticeiro
Viajantes Alados

26 de julho de 2009

10.000 comentários

Photobucket

Comemorando mais de 10.000 comentários neste blogue.
Muito obrigado a todos os amigos e leitores
.


À direita deste post encontra o contador,
com um pequeno texto.



25 de julho de 2009

Uma análise possível sobre o desencarne interdimensional do planeta Terra

Terra - O Desencarne Interdimensional
Por André Louro de Almeida
[Excertos]

«Neste momento a Terra aproxima-se inexoravelmente para um portal do qual não há retorno. Esse portal está a uma distância temporal de alguns anos da Terra inteira, com um nível de forma-pensamento de 72 horas e depois, as formas-pensamento capazes de se ajustar a uma matriz de dimensão superior, atravessam o portal, são ressolidificados do lado de lá.


Ou seja, a transição que está a acontecer não pode ser medida por regras e compassos sociológicos, políticos, intelectuais ou religiosos. A transição que já começou actua num nível bem abaixo da matéria que nós conhecemos e bem acima do espírito tal como nós o conhecemos.

As montanhas, os lagos, as florestas, os oceanos, as espécies, os elementos, grande parte da biomassa e também da majestosa massa inorgânica está-se preparando para este salto interdimensional.

A matéria também quer atravessar o portal mas nem toda a matéria o pode fazer, assim como nem todos os corpos físicos, nem todas as espécies podem atravessar, porque a transição que vai ser feita é entre uma forma de captar a imagem logóica para a Terra, que é a fórmula da 3ª dimensão, para uma fórmula da 5ª dimensão onde a forma como a substância Mãe, a consciência Filho e o fogo do Pai interagem muito mais próximos de um triângulo equilátero do que na 3ª dimensão, em que o triângulo está descalibrado.

Só podem atravessar o portal aquelas substâncias, aquele corpos, aquelas consciências, aqueles pensamentos, aquelas calibragens e frequências que se podem ajustar ao rectículo cristalino da Nova Terra.

Há um desencarne da Terra inteira. Isto é, um desajuste entre a súmula, amplexo de formas-pensamento que geram a Terra e a sua base física estrita pois uma grande parte (60 a 70%) da substância terrestre está tão contaminada por sistemas metódicos regulares de distribuição de energia, matrizes de controle, matrizes de pensamento negativo, matrizes químicas tóxicas, a massa terrestre já está tão contaminada que ela não tem tempo de saltar, mas uma grande parte (30 a 40%) da biomassa da Terra consegue acompanhar a vibração da forma-pensamento que desencarna, subir ao máximo a vibração e passar o limiar entre as duas dimensões e o resultado é que, para trás, na 3ª dimensão, vai ficar um caroço geológico velho que contém todas as construções humanas, reinos e áreas de esforço natural que não conseguem, ou não fizeram o trabalho de se preparar para esta transição.

Fica como um cadáver na 3ª dimensão que é o que se passa com Vénus e com a Lua. São cadáveres de planetas que se transformaram em formas-pensamento durante poucas horas e transitaram para uma dimensão superior.

Nós estamos a ser preparados para um processo em que as coisas vão ficar cada vez mais subtis até que há um momento... porque a preparação é gradual mas a transição não é gradual, será ao meio dia e tantos minutos do dia X, do mês X, do ano X.

Quando Eles decidirem: "é agora" este planeta é desfotografado do contínuo em que está, transforma-se em forma-pensamento, a matéria acompanha e é refixado do lado de lá do grande portal como planeta de dimensão superior.

Portanto, quem vai lá estar são as pessoas que, do lado de cá, já estavam a vibrar na 4ª dimensão e as espécies de insectos, plantas, pássaros e animais que podem vibrar de acordo com aquele nível da matéria e da consciência, e toda a matéria de que um planeta de 4ª dimensão é composto já é uma matéria híbrida, é composto por toda a matéria iniciada da Terra que fez a transição no portal e por jactos de luz que se condensam e são cristalizados vindos basicamente das Plêiades.

As Plêiades vão doar radiação para a construção das montanhas, vales, planícies, lagos, florestas da Nova Terra. A Nova Terra já é uma Terra pleiadiana no sentido em que grande parte da matéria que compõe a Nova Terra vem de um outro sistema solar.
»

André Louro de Almeida

Daqui.

Dicionário Místico: Sarim

Photobucket

Dedicado, em partes iguais:
à Shin Tau, zeladora do Conhecimento
à Hazel, zeladora da Bem-Aventurança

Parece que todos os anjos foram criados simultaneamente por Deus. Por isso, os anjos são seres imortais mas não eternos, já que a eternidade é um atributo exclusivo de Deus. No fim do Universo, quando se extinguirem todos os sóis e todas as estrelas e galáxias, os anjos também se extinguirão, mas enquanto o Universo existir, a sua existência é permanente.

No Antigo Testamento, os anjos são descritos como mensageiros do Senhor, seres sagrados ou celestiais, as hostes do Senhor ou hostes celestes. É frequente servirem de intermediários entre Deus e a humanidade.

Os anjos com mais poder no céu são conhecidos como Príncipes Angelicais e o seu título formal é Sarim. A lista que se segue, compilada por Gustav Davidson a partir de várias fontes, como o Testamento de Salomão e as obras de Jellinek, fornece-nos os nomes de vários Sarim ou Príncipes Angelicais. Estes espíritos poderosos são as estrelas mais brilhantes do firmamento dos anjos. Entre eles encontram-se os sete grandes arcanjos e o glorioso Metraton que, segundo uma tradição antiga, está sentado à direita do Trono do Deus.

Metraton — Conselheiro do Céu e Príncipe dos 7 arcanjos.
Miguel — Anjo Principal do Senhor, Ele que é como Deus.
Uriel — Anjo da Salvação e das riquezas da terra.
Rafael — Anjo da saúde e da sabedoria e regente do sol.
Gabriel — Anjo da anunciação e da misericórdia.
Anael — Anjo do amor e chefe dos Principados e das Virtudes.
Samael ou Camael — Anjo da justiça divina e chefe dos Potestades.
Raziel — Arauto de Deus e instrutor de Adão e da humanidade.
Sandalfon — Irmão gémeo de Metraton e anjo regente da Terra.
Zadkiel ou Tzadkiel — Anjo de Júpiter e da abundância.
Irin — Anjos gémeos que, com os Qaddisin, formam o Conselho Supremo da Corte Celestial. São a Corte Suprema de Deus e o seu juízo é perfeito.
Qaddisin — Anjos gémeos que regem a Corte Celestial em conjunto com os Irin. Estes quatro anjos são os mais poderosos dos Sete Céus.
Akatriel — Anjo que revela os mistérios divinos.
Anafiel — Chefe dos Querubins da Merkabah (carruagem divina). Há seis classes de anjos da Merkabah, que são os guardiães do trono de Deus.
Fanuel ou Raguiel — Príncipe da Divina Presença.
Jehoel — Anjo intermediário entre Deus e os seres humanos.
Raduriel ou Vretil — Anjo escrivão que escreve num grande livro tudo o que acontece no universo. Também é o chefe dos coros celestiais e o criador dos anjos menores.
Barakiel ou Baraiel — Chefe do coro dos Serafins e regente de Fevereiro.
Galgaliel — Anjo principal da roda do sol e um dos anjos principais da Merkabah.
Rikbiel — Um dos Príncipes Regentes da Merkabah.
Soferiel Mehayye — Em conjunto com Soferiel Memeth guarda o livro da vida e da morte e é, também, um dos anjos regentes da Merkabah.
Soferiel Memeth — Trabalha em conjunto com Soferiel Mehayye.
Soqed Hozi — Anjo que guarda a balança divina e as costas do Senhor. É outro dos anjos principais da Merkabah.
Chayyiel — Príncipe Regente dos Serafins.
Shemuil — Anjo intermediário entre as preces de Israel e os sete grandes arcanjos.
Suriel — Anjo instrutor de Moisés e um dos anjos da boa morte.
Zofiel ou Yofiel — Um dos Príncipes que guardam a Tora ou Lei Divina.
Azbugah — Um dos oito grandes anjos do Trono de Deus. É ele que reveste de rectidão as almas eleitas à sua chegada ao céu.
Yefefiah ou Dina — Anjo que instruiu Moisés nos mistérios da Cabala e um dos anjos da Tora.
Zagzagel — Anjo da sabedoria e da sarça ardente

23 de julho de 2009

Este blog vai encerrar ao público por 2 dias

Photobucket

Este blogue vai entrar amanhã em obras de infraestruturas e, por isso, vai ficar encerrado ao público durante 2 dias. Quando regressarmos, terá o mesmo aspecto que tem agora, pois o template apenas será refrescado, mantendo o mesmo design (que gosto muito), mas sem os problemas internos que actualmente está a provocar. Os amigos mais próximos irão notar uma diferença subtil. :) Até domingo. Bom fim-de-semana a todos.

22 de julho de 2009

'Entrevista-me' - perguntas e respostas


O Sol ingressou em Leão - 22 Julho 2009, às 17h35 (TMG).

Portanto, chegou o momento de cumprir o prometido: apresentar aos amigos e leitores a entrevista que me fizeram e que muito agradeço. Não vou esquecer esta coisa intensa e engraçada na minha vida. Nem imaginam como me sinto nervoso! Por ser longa, a entrevista foi dividida em 3 partes. Mais abaixo, pode clicar para aceder às perguntas e respostas. Se quiser comentar, peço-lhe que o faça neste post e, para facilitar-lhe essa tarefa, encontrará um linque directo para este post em cada uma das partes da entrevista. Todos os autores de blogues estão devidamente lincados.

Cova do Urso: 'Entrevista-me' - hiperligações

Cova do Urso: 'Entrevista-me' - perguntas e respostas
Isa Grou: Hoje é dia de confraternizar
Amor & Coentros: Super Moisty Chocolate Cake
Navegante do Infinito: Uma mega entrevista em um dia especial
Fuzil Cósmico: Na Cova do Urso

21 de julho de 2009

Eclipse Solar Total

Photobucket

Eclipse Solar total
22 Julho 2009
- 2:35:21 em Portugal (4 horas menos no Brasil)
Sol Tropical: 29º 26' 35'' de Cancer / Caranguejo

Os apontamentos soltos que a seguir apresento, foram recolhidos em informações prestadas pelo astrólogo Boris Cristoff, em Montevideu, 19 Julho 2009.

«É só uma pequena falta de Sol,
uma pequena falta de vida.»


Durará 6 minutos e 39 segundos. Isto quer dizer que a desvitalização deste eclipse durará até 2015, abrangendo a área do nosso planeta por onde o cone de sombra passar. São 6 anos para constatarmos as consequências deste eclipse solar de grande magnitude. Período de risco acentuado: 22/07/2009 a 15/09/2009. É o maior eclipse deste século. O próximo eclipse solar total e tão prolongado como este só está previsto para 13 Junho 2132.

O cone de sombra do eclipse abrange a parte norte da Índia, Banglash, Nepal, Butão, centro da China até Shangai, as ilhas ao sul do Japão, Burma, ilhas Marshal, Ryukyu e Ryukyu e termina na metade do oceano Pacífico, afectando todos os arquipélagos da região. 7 grandes cidades estão contempladas no eclipse. De forma parcial, o eclipse será visto no sudoeste da Ásia.

Úrano, o planeta dos terramotos por excelência, recebe 3 aspectos desafiantes de Plutão, Vénus e Saturno. Outros significados em potencial: paralização de actividades, destruição de imóveis ou valores sólidos, fome e mortes. Além de terramotos, podem acontecer outros eventos uranianos como tornados, tormentas, deslizamentos e inundações.

Pode acompanhar o eclipse na internet no site
www.eclipsesolar.es

Sobre este eclipse, mas a nível dos signos solares, leia o texto do Marcelo Dalla, no seu blog, clicando aqui.

20 de julho de 2009

A propósito da ida do homem à Lua

Photobucket

A propósito de hoje (20 Julho) se ter comemorado os 40 anos da ida do homem à Lua, em 1969, resolvi deixar aqui alguns apontamentos.

Nesse ano tinha eu 20, fiquei apto para o serviço militar, tendo lá estado mais de 3 anos em situação de guerra colonial. Portugal, nessa época tinha serviço militar obrigatório. Hoje, não é obrigatório. Uma evolução tremenda.

Nesse ano, o nosso país era regido por uma ditadura. Hoje, vivemos em democracia. Uma evolução tremenda.

Naquele ano, havia numerosas colónias submetidas a países europeus. Hoje, a maioria desses territórios são Estados independentes. Uma evolução tremenda.

Hoje há mais educação e mais saúde para uma parte significativa da humanidade. Uma evolução tremenda.

Tudo isto aconteceu porque no coração do Homem existe Amor.

Poderia continuar a enumerar os saltos qualitativos da humanidade. Também sei que ainda há muito a fazer para que a evolução desta humanidade dê saltos maiores. Lá chegaremos, bastante depressa, diga-se.

A caminho da unidade amorosa. Sempre em frente e para o Alto.

Avatar Espiritual

covadourso

«Entretanto, todos os Avatares ou Salvadores mundiais expressam dois incentivos básicos: a necessidade de Deus de fazer contato com a humanidade e relacionar-se com os homens, e a necessidade que tem a humanidade de entrar em contato com a divindade e ser ajudada e compreendida por ela. Sujeitos a estes incentivos, todos os verdadeiros Avatares são, portanto, intermediários divinos.

Podem atuar desta maneira, porque já se emanciparam, inteiramente, de toda limitação e sentimento de egoísmo e separatividade; de vez que já não são, conforme os padrões humanos comuns, o centro dramático de Suas vidas, como o somos, em maioria. Quando atingem essa etapa de descentralização espiritual, podem converter-se em acontecimentos na vida de nosso planeta; todos os olhos podem dirigir suas vistas para Eles e todos os homens podem ser por Eles influenciados.

Por isso, um Avatar ou um Cristo aparece por duas razões: uma, a Causa incógnita e inescrutável que O impele a fazê-lo, e a outra, a demanda ou invocação da própria humanidade. Um Avatar é, por conseguinte, um acontecimento espiritual, que ocorre para produzir grandes mudanças e restaurações, a fim de inaugurar uma nova civilização ou restabelecer "antigas demarcações" e aproximar o homem de Deus.

Têm sido Eles descritos como "homens extraordinários, que aparecem de vez em quando, para mudar a face do mundo e inaugurar uma nova era, nos destinos da humanidade". Vêm em momentos de crise; freqüentemente criam crises, a fim de pôr termo ao antigo e indesejável, preparando o caminho no sentido de que haja formas novas e mais apropriadas para a evolucionante vida de Deus Imanente na Natureza. Aparecem, unicamente, quando o mal predomina; ainda que seja somente por esta razão, podemos, na atualidade, esperar um Avatar. O cenário adequado para o reaparecimento do Cristo já está preparado.»

Eu Sou Djwal Khul

Daqui

19 de julho de 2009

Limpeza

Estamos ocupados na limpeza dos sofás e cadeiras para recebermos os amigos à 'minha' entrevista - dia 22 Julho, às 17h35 (Portugal) - 13h35 (Brasil), exactamente quando o Sol ingressar em Leão. Apareça, tem buffet livre.

Aurelia Jones

autor

Aurelia Jones juntou-se no passado dia 12 Julho, às 11:09 am, à sua amada família espiritual em Telos. Terminou assim, a sua missão neste planeta tridimensional, como mensageira de Adama, Sumo-Sacerdote de Telos, divulgando com muito êxito, os seus ensinamentos lemurianos.

Aurelia, nem imaginas o importante que foi para mim conhecer-te em Madrid, em 2005. Foste de uma enorme generosidade, quando me ajudaste a resgatar muitas partes de mim aprisionadas em zona Antárctida. Cumpri-me na viagem que lá fiz nesse mesmo ano.

Até breve, Aurelia, irmã lemuriana.

Sua vida e obra, aqui.

Meu contributo para a divulgação lemuriana:



anjodourado

18 de julho de 2009

Top Top - Pintinho acredita

covadourso

Fui parar ao blogue «Pintinho Acredita» e nem sei o que chamou a atenção. Parei e comecei a ler. Percebi que é um blogue que nasceu para cumprir uma missão - contar em 5 dias, a história do Pintinho.

O primeiro post é de 3 Março 2009 e diz apenas isto: «O Pintinho é um homem do povo». O último post é de 8 Março 2009. Uma semana de uma terça a domingo.

«Pintinho é um homem global. Em tempos de crise, para o Pintinho, qualquer buraco é uma trincheira.»

Muito bem escrito. Com um cerrado humor negro que aprecio. Em simultâneo, encontramos uma candura inesperada. Um dos melhores blogues que li em toda a vida.

Não sei quem és, Pintinho, mas acredito em ti.


17 de julho de 2009

O futebolista Fernando Mendes

jogo sujo

Este é um exemplo típico do trânsito de Úrano em oposição a Úrano natal: a individualização. Todas as pessoas passam por este trânsito algures entre os 39 e 42 anos.

É o caso do ex-futebolista português Fernando Mendes (5-Nov-1966) que, aos 42 anos, volta a ser notícia por ter publicado o livro «Jogo Sujo», onde traça o seu percurso profissional e assume, na primeira pessoa, o consumo de substâncias proibidas, em diversas ocasiões. Nas suas palavras, era prática corrente, embora não generalizada, no futebol português dos anos 90.

Convém recordar que um livro não aparece de repente.
Antes de mais, é preciso ter a ideia de o fazer, depois escrevê-lo, editá-lo e publicá-lo. Durante todo este processo Fernando Mendes tem estado sob a pressão deste trânsito.

Carreira profissional: Sporting (de 1985 a 1989), Benfica (de 1989 a 1991), Boavista (1991/92), Benfica (1992/93), E. Amadora (1993/94), Boavista (1994/95), Belenenses (1995/96), F.C. Porto (1996 a 1999), Belenenses (1999/2000), V. Setúbal (2000 a 2002)
.

Para os mais crescidos: recordem-se do que ocorreu na vossa vida entre os 39 e 42 anos.

16 de julho de 2009

Marte em Gémeos ou pela boca morrer o peixe

Photobucket



Já que estamos na blogoesfera, vamos assistir a muita conversa, muito movimento mental, muitas certezas, muitas bobagens nos blogues. Também, alguma [ou muita] agressividade. Vamos perceber a existência de muitas críticas [do género 'eu é que sei'] e será uma altura excelente para percebermos a solidez de conceitos e a forma como usamos as palavras. Enquanto que no comum das pessoas, isso será apreciado apenas pelo inner circle, com os bloguistas a coisa vai piar mais fino, pois estamos demasiado expostos.

As 'palavras' pertencem ao domínio de Gémeos, portanto, é a altura ideal para cuidarmos disto, até porque todos presumimos de escrevermos para sermos lidos. A ferramenta é a «palavra». Se alguém disser que não escreve no seu blogue para ser lido, é caso para perguntar se tem o blogue disponível aos leitores ou se, pelo contrário, está encerrado a visitantes. Se estiver encerrado aos visitantes, então estarei de acordo que não escreve para ser lido/a.

Nesta passagem de Marte por Gémeos, a necessidade de falar [ou escrever] vai ser maior e, portanto, as possibilidades de algumas das nossas debilidades virem ao cima serão maiores. Debilidades como uma certa falta de clareza de pensamento, de informação, de cultura serão mais notórias. Iremos perceber uma tendência a associações de palavras indevidas e os seus autores nem se aperceberão que estarão a criar imagens e egrégoras que não correspondem ao que é apropriado, além de poderem influenciar os seus leitores menos informados.

Lembrei-me, por exemplo, do quanto é comum, associar-se à palavra 'amor', outras que têm sentidos diferentes, como sejam: 'parceiro/a', 'marido/mulher', 'casal', 'casamento', 'namoro', 'namorado/a', 'companheiro/a', 'sexo', 'relacionamento', etc. Isto é um mero exemplo em como podemos derrapar com facilidade. Não são sinónimos. Parecem, mas não são. Sendo estas palavras diferentes, com significados próprios, pode-se achar que tudo significa 'amor'.

Por exemplo, em astrologia ou textos astrológicos, esta ausência de prudência e de conhecimento dos significados reais das palavras, pode gerar equívocos desnecessários. Na verdade, cada uma das palavras acima tem um local próprio de expressão num mapa astrológico. Usemos de bom senso. Não facilitemos. Não criemos carma desnecessário. Vigiemos a nossa escrita, deixando-a repousar e antes de publicar, deve ser relida e afinada.

As mentes estarão mais activas e muito mais críticas, notando-se um maior gosto pelo debate e discussões intelectuais. Este post é uma prova do que falo. É preciso cuidar do nosso pensamento durante este período em que Marte transita por Gémeos, pois faltando alguma perseverança, com facilidade se poderá cair em extremos desnecessários. A irritabilidade pode subir com facilidade. A engenhosidade e a habilidade são típicas deste movimento marciano. Convém afastar o sarcasmo e grosseria, muito propensos nestas ocasiões.

Isto não passa de uma análise geral, pois é necessário ter em conta o estado celeste do nosso Marte natal, além de se ter que verificar com atenção em que casas do nosso mapa é que este Marte em Gémeos irá transitar.

Em síntese: se na casa 1, poderão ficar salientes as questões da personalidade, afectando quase todo o mapa natal; na casa 2, vai tratar das questões financeiras e mais materiais; na casa 3, a comunicação estará em alta; na casa 4, a família e o nosso lar; na casa 5, estarão em foco a criatividade e os assuntos amorosos e desportivos; na casa 6, os assuntos do nosso trabalho rotineiro e tudo o que isso implica e também as questões de saúde; na casa 7, as parcerias, os sócios, os casais; na casa 8, virão oa de cima, os assuntos sexuais e de justiça; na casa 9, os assuntos elevados terão preponderância; na casa 10, a carreira e o reconhecimento dos outros; na casa 11, os amigos, os grupos, o horizonte; na casa 12, o que nos prende, nos tolhe, nos deixa inertes, mas também a ligação ao que é interno.

Este movimento marciano pretende efectuar a limpeza de memórias cármicas associadas ao reino mental. É a altura ideal para tentarmos ter maior cuidado com o que se pensa, o que se diz, o que se escreve, o que se comenta. O pensamento tem uma força tremenda e é co-criador, para o bem ou para o mal. Aproveitemos a oportunidade (que só voltará a acontecer daqui por 2 anos) para procedermos à limpeza dessas memórias cármicas em que fomos descuidados com a palavra, com o pensamento.

Conhecem esta frase: «Pela boca morrer o peixe.»? Este é o carma a limpar, a cuidar. Obviamente, este texto saiu para eu próprio aprender com ele.

London 2012 Open Wekkend - Venha à festa

london2012

Que é o 'London 2012 Open Wekkend'? É um mega evento anual que decorre em toda a Inglaterra, para celebrar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Verão, que se realizarão em 2012, em Londres. Um mega evento levado a cabo pelas entidades que estão a organizar os Jogos Olímpicos - London 2012. Realiza-se de 24 a 26 Julho. [veja mais aqui]

É um momento de união, é a oportunidade para todas as pessoas mostrarem inspiradamente, que fazem parte do mais celebrado encontro mundial: os Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Haverá muita festa: desporto, festivais de rua, moda, filmes, vídeo,digital, arquitectura, ciência, música, performing arts, etc. [ver aqui]

Veja aqui o vídeo do evento realizado em 2008. É disto que se trata. Foram 700.000 pessoas envolvidas em 655 eventos ocorridos por toda a Inglaterra. Este ano será muito mais.

À semelhança do que fiz com os Jogos Olímpicos em Pequim 2008, tenciono na altura analisar mapas astrológicos de atletas e outros eventos. [ver aqui os artigos no Cova do Urso sobre os Jogos Olímpicos]


14 de julho de 2009

Entrevista a Magda Moita, do «Fuzil Cósmico»

magda

Clique no título, na barra vermelha, para abrir toda a entrevista.


Fazer uma introdução à entrevista da Magda não é nada fácil para mim, por isso serei bastante comedido. Porque somos amigos, colegas e parceiros de um projecto há vários anos. A Magda Moita é co-criadora e co-administradora do nosso site «Escola de Astrologia Nova-Lis».

Como ceramista, a Magda desenvolve um projecto de autor em atelier próprio na Foz do Arelho. Aceita encomendas de esculturas, ofertas de representação, cerâmica utilitária e decorativa, revestimentos cerâmicos e painéis temáticos.

Enquanto astróloga, dá consultas presenciais de astrologia cármica e espiritual e, em casos especiais, também o faz por telefone, quando o consultante não tem disponibilidade para se dirigir ao local de consulta. Veja aqui onde a Magda dá consultas. Aproveite e leia sobre ela própria.


magda


[Os leitores podem clicar nos nomes dos blogues a encarnado para os conhecerem.]

Porque decidiste criar o teu blogue? Podes contar a tua história? Tens objectivos? A que nichos se destinam? Qual o teu prazer e alegria em blogar? Queres desenvolver estes tópicos?
Sempre gostei de escrever, mas nunca tinha pensado em tornar públicos os meus pensamentos. A dada altura tu, António, sugeriste que criasse um blog e então comecei a escrever artigos com essa intenção em Abril de 2006. Porém, com as trocas de layout, o primeiro artigo data de 8 de Agosto do mesmo ano. A escolha do nome foi um processo encantador, que descrevo algures num dos posts, e é a síntese, a razão de existir do meu blog: Fuzil Cósmico, a porção de cosmos que se produz através de mim.
Um fuzil pode ser um elo, ou anel (de cadeia), uma peça de aço com que se tira lume da pederneira, um relâmpago e é isso que o meu blog pretende ser: um elo de uma cadeia de blogs que trabalha com o intuito de partilhar conhecimento, alegrias, tristezas, alegorias vivenciais; uma peça de aço com que se tira lume da pederneira, porque muitas vezes as nossas experiências pessoais funcionam com motores propulsores que incentivam e activam experiências na vida de quem connosco se cruza; um relâmpago que descarrega amor.
Porquê “Fuzil Cósmico”? Porque o Ser Humano funciona como um elo, entre a sua Supra Mónada e as suas acções aqui no Planeta Terra, o foco energético que aqui sustenta. É como uma espécie de anel na cadeia que existe entre todos os seus corpos.
É um clarão quando, mesmo que só por breves momentos, permite que a sua luz interna, a sua divindade se manifeste e funcione como um foco luminoso. É um Sol sem sombra, evoluído, um ser que transcende consicencialmente as leis da materialidade que o limitam. Um Ser Sintonizado com as suas consciências que habitam em outras realidades dimensionais.
Peça de aço para fazer lume, quando recebe um determinado estímulo interno, sintonizado com uma consciência superior, escolhe levar a cabo a experiência sugerida e o efeito produzido traduz-se em expansão do universo, através da evolução da sua própria consciência.
Uma porção de cosmos que se produz através de mim, porque senti o impulso interno de manifestar os meus pensamentos, emoções e sentimentos, senti vontade de partilhar as minhas experiências.
Nada disto teria sido possível se não fosse o teu “empurrão”, a tua coragem impulsionadora, que sempre confiou no meu potencial mesmo quando eu não confiava, e claro se não fosse o Fred, o nosso incansável amigo informático.
Criei este blog com o objectivo de divulgar o meu trabalho como Astróloga e como Ceramista. Contudo, os anos foram passando e o meu blog tornou-se, para além de um meio de publicitar o meu trabalho, um diário vivo, onde partilho com os meus amigos cibernéticos as minhas experiências e tenho o imenso prazer de receber os seus feed backs.
Não criei este blog para nenhum nicho em especial mas sim para todos aqueles que sentirem vontade e o prazer de me ler.
O teu blogue trata de uns temas bastante variados. Usas o blogue para dares a conhecer o trabalho quotidiano que desenvolves ou é apenas uma forma de te expressar? Como escolhes os temas que habitualmente desenvolves?
Os temas que desenvolvo no blog surgem de acordo com as experiências que estou a viver no momento, nomeadamente os textos astrológicos, por exemplo, emergem de acordo com a tipologia de clientes que se apresentam, que normalmente surgem nas minhas consultas em blocos.
Sempre que uma experiência, um pensamento, um sentimento, uma emoção ou uma simples leitura é importante para mim, eu partilho-a através do blog.
Que fizeste (ou fazes) para dar a conhecer o teu blogue e tentares atingir o sucesso com ele?
Habitualmente visito outras casas cibernéticas, deixo comentário quando me identifico com o conteúdo e os autores retribuem quando o sentimento é recíproco. Para além disso, quando alguém se identifica com o meu discurso convido-o a visitar o meu templo cibernético, bem como a Escola de Astrologia Nova-Lis, passando a mensagem “boca a boca”.
Depois, como tu és um perito nestas artes do blog, tenho seguido os teus conselhos usando Twitter, Facebook, Blog Catalog, Astrology Blogger, mas confesso que ainda estou muito crua nestas artes de divulgação por estes meios.
Os comentários dos teus leitores são importantes para ti? Interages com eles? Retribuis os comentários?
Claro que sim, até porque alguns dos meus leitores são meus amigos. Procuro responder com a maior brevidade possível, se bem que nem sempre consigo por questões profissionais e pessoais.
O espaço para comentar no meu blog é livre, e qualquer um pode fazê-lo sem que haja selecção prévia.
Quais os blogues que mais aprecias (independentemente do nicho a que pertencem) e qual foi a lição que aprendeste com eles?
Visito diversos blogues e dos mais variados temas. Tenho preferência por blogues em Português e Espanhol. Apesar de preferir blogues sobre Astrologia e Arte, aprecio também blogues que tratem de medicina Humana ou Animal, blogues que me façam rir, sentir, sonhar… São vastos os blogues que visito, se bem que aqueles a que vou com mais frequência estejam lincados no meu blogue.
Depois há aqueles que visito invariavelmente todos os dias, nem que seja para dar uma vista de olhos:
O teu blog, Cova do Urso, a qualquer hora, onde se aprende sempre e imenso sobre os mais diversos temas; Navegante do Infinito e os restantes blogues da minha querida Astrid, normalmente recebo os seus post através de e-mail, aqui oiço a sua voz e por vezes o eco de mim própria; Astrologicamente onde habitualmente vou de manhã bem cedo, aprendendo imenso com a prática de astrologia que aqui se lê; Fada Moranga onde me delicio com as cores; Blog de Alma, onde treino o Castelhano e me regalo com os poemas e pensamentos; BandarraVet onde aprendo sobre animais.
É possível fazer amizades na blogoesfera?
Claro que sim! Na blogoesfera tenho feito algumas grandes e profundas amizades. Mesmo não tendo nunca estado com estas almas companheiras fisicamente, reconheço-as como irmãs. Como é o caso, por exemplo, da minha querida Astrid, com a qual encontro uma enorme sincronicidade e empatia. Quando a leio sinto que oiço a sua voz.
No caso da Maria Paula e da Ana Cristina foi um prazer conhecê-las pessoalmente e devo dizer-vos que não me desiludi.
Essa história de fazer amigos na net, como hoje tão comummente é habitual ouvir falar, nunca fez o meu género, por isso a princípio fazia-me um pouco de confusão. Talvez porque os meus primeiros amigos na internet já eram amigos pessoais. Hoje tenho uma perspectiva completamente diferente e estou aberta a novos encontros, assim como gostaria imenso de poder visitar alguns dos meus amigos cibernéticos que fisicamente estão separados por um vasto oceano.
Magda, um beijinho e muito obrigado.

Tito Van Grogue

Van Grogue

Ontem tive o último dia de consultas de astrologia, da temporada 2008-2009. Por causa do Verão no nosso Hemisfério Norte, retomaremos essa actividade na segunda quinzena de Setembro. Como também sou filho de Deus, é necessário um descanso do trabalho astrológico.

Para comemorarmos o sucesso desta temporada, os donos do centro 'Cristal de Cura', a Luisa Sal e o José Carreira convidaram-me a jantar no «Tito Van Grogue», que eu ainda não conhecia. Fiquei encantado com o local e com o jantar. O José e eu fomos por um soberbo arroz de pato em cama de couve portuguesa estufada. Muito bom. Acompanhado de sumo de ananás, para mim. A Luísa, como é vegetariana, comeu pasta de espinafres.

O local é muito especial. É mais bar que restaurante, por isso, recomenda-se que se reserve mesa para jantar. Como o local é enorme [mais de 1.000 m2], janta-se com sossego, pois só mais tarde é que aparecem as pessoas para o bar.

Organizam festas temáticas, sobretudo de natureza esotérica, palestras, actividades afins. Muito interessante. E espaços não faltam: a sala Vénus, a sala Júpiter, Saturno, Planeta +, Alquimia dos Alimentos e Galileu. Muito astrológico! O cão que se vê na foto é o Boy, anda por ali a conviver com as pessoas. É muito simpático e lindo.

Fotos aqui e aqui.

Tito Van Grogue

Rua D. João V, nº 10 - Sobreiro - Mafra - Portugal
Tel. para reservas para festas ou jantar: 916196369
Email: tito.vangrogue @hotmail.com
Site aqui.
Blogue do Tito, o dono do «Van Grogue», onde deixa os seus pensamentos e citações. Tudo muito esotérico e metafísico. Aqui.

Problemas ténicos no seu blog?

Photobucket

Se tem um blogue do blogspot.com e ainda usa o Internet Explorer e se está a ter problemas com o seu espaço, vale a pena ler este artigo do Dicas Blogger e os respectivos comentários, que são muito elucidativos.

Quem usa o Mozilla Firefox não costuma ter esses problemas.

Photobucket

Fazer download para o português de Portugal.
Fazer download para o português do Brasil.

O conselho é o mesmo para não tem blogue,
pois vai facilitar a sua vida.

12 de julho de 2009

Vínculos eróticos e amorosos

Beckham

David & Victoria Beckham para a campanha Outono/Inverno 2009/2010 da
'Emporio Armani - underweare'.
SoChic! So posh! Aqui.
Veja o vídeo da produção, aqui.

Há ocasiões na nossa vida que os vínculos eróticos e amorosos são desafiados a se manifestarem a partir do ‘exterior’. Ou seja, estamos muito tranquilos no nosso relacionamento, sem pensar ou sentir nada de especial nesta matéria e quase de súbito aparece alguém que nos desafia. Pode ser o/a companheiro/a ou alguém fora da parceria. São momentos poderosos.

Se esta situação dá-se dentro da relação, o casal poderá assumir em conjunto o desafio e darem um brilho especial às questões erótica e amorosa. Se vem de fora da relação, bom… deveria ser o momento adequado para se respirar fundo e tomar decisões, mesmo que fossem dolorosas.

O desafio exterior, o que vem de fora do casal, apresenta-se de forma intensa, exercendo uma atracção profunda, quase como aquela velha ideia do ‘amor impossível’, onde abundam a revelação de segredos que inquietam, normalmente bem embrulhados em enganos, desenganos, ilusões e desilusões.

Uma coisa é certa: quem vivencia esta experiência erótico-amorosa, vai também enfrentar uma situação onde a nossa capacidade de amar é posta à prova. Em que esta capacidade de amar é profundamente desafiada. Este desafio pode tornar-se obsessivo e confundirmos amor e sexo.

É nesta fase dos relacionamentos que habitualmente tomamos as decisões menos apropriadas para aquele momento. Os vínculos que mencionei acima podem não coincidir. A vivência erótico/sexual e a vivência amorosa podem não coincidir. Ora, isto desvia a nossa atenção do que é fundamental e importante. É o velho binómio entre ‘desejo’ e ‘amor’.

Pronto, quando chegamos a este ponto já arranjámos um problema bastante sério para a nossa vida. As emoções transbordam. Não pretendo apresentar soluções, porque não sei como se resolvem estes casos, nem dar sentenças moralistas.

Como devem ter percebido, estou a falar da natureza importante do trânsito desafiante de Plutão à Vénus no nosso mapa natal. Claro que há muito mais a dizer sobre este tema e outros, característicos deste trânsito.

linkwithin cova

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
«A vida é o que te vai sucedendo, enquanto te empenhas a fazer outros planos.»
Professor Agostinho da Silva

Visitas ao blogue

Receba os artigos por email

Para si, leitor

Caro leitor, tem muito por onde escolher. Sinta-se bem neste blogue. Pode copiar os textos que entender para seu uso pessoal, para estudar, para crescer interiormente e para ser feliz. Considere-me como estando do seu lado. No entanto, se é para reproduzir em outro blogue ou website, no mínimo, tenha a delicadeza de indicar que o texto é do «Cova do Urso» e, como tal, usar o respectivo link, este: http://cova-do-urso.blogspot.pt/ - São as regras da mais elementar cortesia na internet. E não é porque eu esteja apegado aos textos, pois no momento em que são publicados, vão para o universo. Mas, porque o meu blogue, o «Cova do Urso» merece ser divulgado. Porquê? Porque é um dos melhores do género, em língua portuguesa (no mínimo) e merece essa atenção.


Love Cova do Urso

Image and video hosting by TinyPic

Lista de Blogue que aprecio

O Cova do Urso no 'NetworkedBlogs' dentro do Facebook

.

Mapa natal do 'Cova do Urso'


Get your own free Blogoversary button!

O «Cova do Urso» nasceu a 22-11-2007, às 21:34, em Queluz, Portugal.

1º post do blogue, clicar aqui.

Blog Archive

Patagónia, Argentina

Textos de António Rosa. Com tecnologia do Blogger.

Copyright do blogue

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob a Creative Commons Attribution 3.0 Unported License
Os textos daqui são (maioritariamente) do autor do blogue. Caso haja uso indevido de imagens, promoverei as correcções, se disso for informado, bastando escrever-me para o meu email: covadourso@gmail.com -
Copyright © António Rosa, 2007-2014
 
Blogger Templates